Bolsonaro pede transparência no PSL e anuncia que pode deixar o partido

394

Em entrevista à jornalistas em São Paulo, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, pediu transparência no PSL e anunciou que pode deixar a sigla. Bolsonaro também disse que é acusado por todos os problemas que acontecem no partido:

“Nós queremos é transparência. Não quero que apareçam problemas no partido e que, apesar de não fazer parte da executiva, eu venha a ser responsabilizado, como maldosamente têm me responsabilizado pelo que acontece ou aconteceu em qualquer parte do Brasil envolvendo o PSL”, disse.

PSL

Questionado sobre a possibilidade de deixar o partido, o presidente falou que não poderia negar: “Lógico que existe, não vou negar. Nós queremos ver se há uma maneira de compor, o que é muito difícil, porque a executiva no meu entender tem que abrir, tem que ser democrática”, opinou.

O presidente também pediu que se abre a caixa-preta do PSL: “Não estou atrás de fundo partidário. Fiz minha campanha com R$ 2 milhões da vaquinha virtual. O partido ganha R$ 8 milhões por mês. É dinheiro público, e todo mundo tem que saber o que é feito com esse dinheiro. É uma caixa-preta que tem que ser aberta pelo PSL”, disse o presidente.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: SITE RÁDIO TUPI

COMENTE ESTA NOTÍCIA!