Caso Daniel Silveira: como votou a bancada do Espírito Santo

118

Literalmente dividida. Assim foi a votação da bancada de deputados federais do Espírito Santo na sessão convocada para definir o destino de Daniel Silveira (PSL-RJ), preso por determinação do Supremo Tribunal Federal após a publicação de um vídeo com 20 minutos de duração, no qual desfere uma série de ofensas, insultos e xingamentos contra ministros do STF. Além disso, no vídeo, Silveira, defende a volta do AI-5, principal instrumento de repressão usado pela ditadura militar.

Dos dez deputados capixabas, cinco votaram a favor da manutenção da prisão e cinco, pela libertação do parlamentar. Ao final da sessão, 364 deputados votaram a favor da decisão do STF e 130 foram contrários. Outros três deputados se abstiveram.

Votaram pela manutenção da prisão os deputados Amaro Neto (Republicanos), Evair de Melo (PP), Felipe Rigoni (PSB), Helder Salomão (PT) e Ted Conti (PSB). A orientação de todos esses partidos (Republicanos, PP, PSB e PT) era pelo voto a favor da decisão do STF, linha adotada pela maioria das legendas na Câmara. Mesmo alinhado ao governo Bolsonaro, Evair de Melo votou contra Daniel Silveira, conhecido pelo seu bolsonarismo radical.

Os cinco deputados favoráveis à libertação do parlamentar foram Da Vitória (Cidadania), Soraya Manato (PSL), Lauriete (PSC), Neucimar Fraga (PSD) e Norma Ayub (DEM). Cidadania, DEM e PSD haviam se posicionado pela manutenção da prisão, mas Da Vitória, Norma Ayub e Neucimar desobedeceram a orientação do partido.

Confira como foi a votação da bancada do Espírito Santo na sessão sobre a prisão de Daniel Silveira. Foto: reprodução site da Câmara

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!