DENÚNCIA GRAVE – Milícia que apoia Daniel estaria usando ilegalmente imagens de videomonitoramento em São Mateus; vereadores podem estar envolvidos

714

Imagens do sistema público de videomonitoramento sob a responsabilidade da Prefeitura de São Mateus, por meio da Secretaria de Defesa Social, estariam sendo usadas ilegalmente por criminosos da milícia digital que assessora o prefeito Daniel Santana e a Secretaria Municipal de Comunicação. A denúncia foi feita por uma fonte ligada à administração municipal ao CENSURA ZERO nesta quarta-feira (22/06).

“Essa prática vem sendo realizada. Gente lá de dentro [da Sala de Videomonitoramento da Secretaria de Defesa Social] se comunica com ****** [cita o nome de um integrante da milícia digital que assessora o Prefeito] sempre que identifica alguma cena ou imagem que possa ser usada contra adversários políticos, ou qualquer cidadão da Cidade”, destacou a fonte, confidenciando um caso recente da prática criminosa. “Tem vereadores que sabem que isso ocorre”, acrescentou.

O sistema de videomonitoramento foi implantado em São Mateus por meio de convênio da Prefeitura com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) e, conforme o contrato firmado com o Governo do Estado, as imagens das câmeras são sigilosas. Podem ser usadas somente por forças do sistema de segurança pública, como Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal, Corpo de Bombeiros ou Guarda Municipal, para investigações ou elucidações de crimes, mediante requerimento tipificando o uso e a finalidade.

A fonte que fez a denúncia grave ao CENSURA ZERO não citou diretamente o envolvimento da atual secretária municipal de Defesa Social, Danúbia dos Santos Henriques, mas disse que a prática ilegal vem de gestões anteriores da pasta. Sem revelar os nomes, o denunciante reiterou que tem conhecimento que há vereadores da base do prefeito Daniel na Câmara de São Mateus que têm conhecimento da ilegalidade.

O OUTRO LADO

O CENSURA ZERO tentou, sem sucesso, contato com o prefeito Daniel Santana e a secretária municipal de Defesa Social, Danúbia dos Santos Henriques, para ouvi-los sobre o assunto abordado nesta reportagem. O espaço está aberto caso tenham interesse em se manifestar.

A Direção de Jornalismo e Conteúdo fez contato com a Secretaria de Comunicação da Câmara de São Mateus, para um posicionamento oficial do Legislativo sobre o possível envolvimento de vereadores na prática ilegal. Até a publicação dessa matéria, ainda não havia sido dado retorno. Quando isso ocorrer, o texto será atualizado.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!