FESTA DE LUXO DOS VEREADORES – Um vídeo surpreendente e esclarecedor; veja

754

A Câmara de Vereadores de São Mateus realizou, na noite desse sábado (25/09), a sessão solene de entrega de comendas e títulos de Cidadania alusiva aos 477 anos de colonização de São Mateus.

A realização do evento é prevista em lei municipal, mas, a exemplo do que ocorre em todo o País, a Cidade enfrenta uma crise econômica e sanitária com a pandemia da covid-19. Quase 300 pessoas já morreram e perto de 14 mil mateenses se contaminaram com o coronavírus.

São Mateus tem muita gente desempregada, famílias estão se virada como podem para garantir o pão de cada dia. Por isso mesmo, em 2020, primeiro ano da pandemia, não houve festejos.

Mas, este ano, ainda com a situação de emergência, a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, comandada pelo presidente Paulo Fundão (PP), decidiu fazer uma festa luxuosa para um público de 400 seletos convidados, numa cidade de quase 140 mil habitantes.

Chamou a atenção o valor absurdo gasto pelos vereadores em apenas cinco horas de festa: R$ 172 mil. Isso mesmo: 172 mil reais.

Um valor suficiente para adquirir 800 cestas básicas para matar a fome de famílias inteiras de São Mateus, ou então comprar 7.200 doses de CoronaVac, para reforçar a imunização dos moradores nesse momento difícil de escassez de vacina.

Mas, não! O que se viu foi um escárnio com a população. O banquete oferecido pelos vereadores com dinheiro púbico teve, entre muitos itens granfinos, picanha com gorgonzola e molho demi glace, camarão ao molho de queijos, bacalhau com nata, siri desfiado gratinado na nata e camarão VG empanado com molho de alcaparras.

O luxo oferecido pelos vereadores com o dinheiro do povo ficou em R$ 430,00 por pessoa. Um valor bem maior do que o repasse mensal do Programa Bolsa Família, que mantém a sobrevivência de muitos mateenses.

Por isso mesmo, a revolta foi grande na Cidade e choveram críticas nas Redes Sociais.

“Um tapa na cara do povo mateense”, disse um morador, na véspera da festa. “É um crime contra o erário público”, afirmou outro, indignado.

Mas nada disso fez os vereadores desistirem da festa luxuosa com custo de R$ 172 mil, com o mote de comemorar os 477 anos de São Mateus.

Na lista de homenageados, o prefeito Daniel Santana (sem partido), deputados e secretários municipais também participaram da festança num cerimônia na Estradas das Meleiras, em Guriri.

Numa das mesas, o prefeito de Conceição da Barra, Mateusinho Vasconcelos, dividia espaço com o assessor informal do prefeito mateense, Dilton Pinha, que agora é aliado dok presidente da Câmara, Paulo Fundão, e de outros vereadores.

Diltão de Daniel mudou de lado, mas bem que a opinião dele, de dois anos atrás, quando achincalhava a composição antiga da Câmara Municipal, permanece bem atual.

O discurso de outrora do porta-voz do prefeito Daniel traduz a indignação do povo de São Mateus, agora, em setembro de 2021, com o banquete granfino de R$ 172 mil.

VEJA O VÍDEO ESPECIAL:

VEJA TAMBÉM:

LUXO DOS VEREADORES – Banquete de R$ 430 por pessoa com dinheiro público causa revolta: ‘Tapa na cara do povo mateense’; veja os itens do bufê requintado

FESTA DE LUXO – Vereadores de São Mateus gastarão em 5 horas valor equivalente a 800 cestas básicas ou 7.200 doses de vacina

VÍDEO – Na pandemia, Câmara de São Mateus faz festa de luxo para 400 convidados com custo de R$ 172 mil; Presidente dá detalhes

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!