FESTA DE LUXO – Vereadores de São Mateus gastarão em 5 horas valor equivalente a 800 cestas básicas ou 7.200 doses de vacina

564

A promessa de entrar para a história da política de São Mateus, feita na cerimônia de posse pelo presidente Paulo Fundão (PP) está sendo seguida à risca pelos vereadores da Câmara Municipal. Só que o que ninguém esperava é que esse destaque ocorreria de forma negativa, com prejuízos à população do Município, como comprova a decisão de realizar uma festa de luxo alusiva aos 477 anos de colonização, restrita a 400 convidados e que custará aos cofres públicos um montante de R$ 172 mil, em pleno período de pandemia da covid-19.

A sessão solene com entrega de comendas e títulos de Cidadania Mateense está marcada para este sábado (25/09), às 19h, no Cerimonial Portos dos Encantos, na entrada das Meleiras, em Guriri. A organização da festa e do jantar granfino ficarão a cargo da empresa Multiface Serviços e Produções Ltda, com sede em Linhares.

Um levantamento feito pelo CENSURA ZERO atesta que o montante do dinheiro público a ser gasto em apenas 5 horas na sessão solene acessível a apenas 400 convidados (inclusive de fora da Cidade) em detrimento de cerca de 140 mil habitantes, que compõem a população de São Mateus, daria para adquirir 800 cestas básicas, tendo como parâmetro a mais recente licitação feita pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (R$ 90 por cesta básica).

Outra grande necessidade da Comunidade Mateense, nesse contexto da pandemia da covid-19, é ampliar a vacinação a população com permissão para ser imunizada. Nesse aspecto, os vereadores gastarão o equivalente ao valor de compra de 7.200 doses da vacina Coronavac, conforme dados do Instituto Butantan, que produz o imunizante nacional pelo valor médio de R$ 10 a dose.

BUFFET É ‘TAPA NA CARA’ DOS MATEENSES

A organização, a definição do local, a decoração e o jantar granfino ficará a cargo da empresa Multiface Serviços e Produções Ltda, com sede em Linhares. Um servidor público ouvido pelo CENSURA ZERO destacou que “o cardápio do buffet é, numa linguagem simples, um tapa de luvas dos vereadores no rosto dos mateenses”.

Internautas mostraram revolta nas redes sociais, principalmente em virtude da pandemia da covid-19. “Há muitas famílias com arrimo de família desempregado e enfrentam dificuldades para se alimentar”, afirmou uma moradora de São Mateus.

De fato, o luxo bancado com dinheiro público inclui itens inimagináveis aos cidadãos comuns nesse tempo: buffê com bacalhau, gorjão de peixe, domos de frango, camarão VG e siri desfiado, entre outros itens. Na entrada: salada de rúcula com tomate seco e lascas de queijo gana padana e croutons; mix de alface verde e roxo com lascas de presunto de parma e mussarela de búfala. O jantar tem duas opções: 1 -picanha com gorgonzola e molho demi glace, entrecôte de arroz e batatas (inglesa e doces) rústicas com ervas e alecrim; 2 – Camarão ao molho de queijos, cream cheese e catupiry, arroz verde e lascas de queijo.

O OUTRO LADO

O CENSURA ZERO tentou, sem sucesso, contato com o presidente da Câmara de São Mateus, Paulo Fundão (PP), para ouvi-lo sobre o assunto tratado nesta reportagem.

A Direção de Jornalismo e Conteúdo disponibilize espaço para que ele e os demais vereadores façam os esclarecimentos que julgarem pertinentes sobre os gastos públicos na festa luxuosa deste sábado (25/09).

VEJA TAMBÉM:

VÍDEO – Na pandemia, Câmara de São Mateus faz festa de luxo para 400 convidados com custo de R$ 172 mil; Presidente dá detalhes

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!