IMPEACHMENT DE DANIEL – Comunidade vai às ruas dia 19/01 pela cassação do prefeito de São Mateus

1228

A Comunidade Mateense decidiu sair às ruas numa mobilização marcada para quarta-feira (19/01), com concentração às 17h no Centro de Vivência Amélia Boroto, pela cassação do mandato do prefeito Daniel Santana, o Daniel da Açaí (sem pedido). Por força de liminar do STJ, ele retornou ao cargo recentemente depois de ficar preso por 10 dias e ser afastado por 90 dias por decisão da Justiça Federal. Daniel é acusado pela Polícia Federal de ser o “chefe de uma quadrilha que se apoderou da Prefeitura de São Mateus” em investigações que o apontam como suspeito de fraudes em licitações, corrupção e lavagem de dinheiro.

Segundo os organizadores, o protesto popular ocorre em apoio ao processo de impeachment (cassação do mandato), que tramita na Câmara de São Mateus. A Comissão Processante, presidida pelo vereador Carlinho Simião (Podemos), enfrenta muitas dificuldades desde o início dos trabalhos, sendo alvo de um movimento de vereadores e servidores do Legislativo para emperrar as atividades. O colegiado é composto também pelos vereadores Gilton Gomes, o Pia (PSDB), que é o relator, e Cristiano Balanga (PROS), membro.

Card divulgado pela organização do protesto contra o prefeito Daniel Santana, marcado para quarta-feira (19/01), em São Mateus.

“É um movimento com a participação de toda a sociedade civil organizada. Estamos mobilizando representes de entidades sociais, associações de bairros, igrejas evangélicas, Igreja Católica, Maçonaria, junto com lideranças comunitárias, políticas, partidárias e empresariais. A revolta é grande entre a população de São Mateus; e os cidadãos de São Mateus estão sendo chamados a participar”, detalhou uma líder comunitária, integrante da comissão organizadora.

Ela afirmou ao CENSURA ZERO que “não estão sendo divulgados nomes, para se evitar retaliações e perseguição por parte do Prefeito e pessoas ligadas a ele”. Conforme essa liderança, o ambiente de trabalho é conturbado no Centro Administrativo da PMSM, no Bairro Carapina, desde o retorno de Daniel Santana. “Precisamos dar um ‘basta’ nesses desmandos”, afirmou. O objetivo também é chamar os vereadores à responsabilidade sobre o processo de impeachment.

Já é percebido um engajamento nas redes sociais e grupos de WhatsApp voltado para a realização do protesto do dia 19 de janeiro. Está havendo compartilhamento de diversos cards que destacam o mote da mobilização, como #foradaniel #euapoioimpeachment e #vempraruamateenses .

O OUTRO LADO

O prefeito Daniel Santana ainda não fez declaração pública sobre a campanha de mobilização que está sendo desenvolvida contra ele.

VEJA MATERIAIS QUE CIRCULAM NAS REDES SOCIAIS, CONVOCANDO À MOBILIZAÇÃO DO DIA 19/01:

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!