Linhares pode virar capital do agronegócio; deputado Marcos Garcia quer alavancar economia do Município e da região

446
PML/DIVULGAÇÃO - O Projeto de Lei (PL) 33/2019 confere o título de Capital Estadual do Agronegócio e do Empreendedorismo ao Município de Linhares. A proposta foi aprovada por unanimidade e segue para análise do governador Renato Casagrande.

Os deputados aprovaram, em sessão extraordinária na quarta-feira (14/08), o Projeto de Lei (PL) 33/2019, que confere o título de Capital Estadual do Agronegócio e do Empreendedorismo ao município de Linhares. A urgência à matéria foi aprovada durante a sessão ordinária realizada logo antes, a pedido do próprio autor do projeto, deputado Marcos Garcia (PV). A matéria foi aprovada por unanimidade e segue para análise do Executivo estadual. 

Pela proximidade do aniversário da cidade, data celebrada em 22 de agosto, os parlamentares decidiram convocar uma extraordinária para aprovar a proposta. Vários colegas de plenário elogiaram a iniciativa por acreditarem que é uma oportunidade de alavancar ainda mais a economia do município e, consequentemente, da região norte do Estado. 

Para o líder do governo, Enivaldo dos Anjos (PSD), a geografia do município e sua localização estratégica favorecem a criação de um grande centro de eventos para fomentar o agronegócio capixaba, a exemplo do que ocorreu em Barretos, no interior de São Paulo. 

“Linhares tem área plana e teria facilidade de ter uma área de eventos. O Brasil precisa ter esses eventos para entrar no mercado de exportação. Precisamos ter um marco aqui no Espírito Santo. Linhares é o ponto principal pela sua condição geográfica, pela sua posição”, destacou.  

MARCOS GARCIA

O deputado Marcos Garcia, na justificativa da matéria, destaca que Linhares ocupa o primeiro lugar no Espírito Santo na produção de nove culturas, o que demonstra a diversificação de seu agronegócio.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município lidera o ranking capixaba na produção de banana, cacau, café conilon, coco-da-baía, mamão, maracujá, melancia, além de ovinos (ovelhas) e bubalinos (búfalos). 

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: WEB ALES

COMENTE ESTA NOTÍCIA!