Altas temperaturas: saiba como se proteger do calor intenso

Aprenda a manter o corpo hidratado e reconhecer os sinais que indicam desidratação

40

O calor intenso em alguns estados tem atrapalhado quem precisa sair na rua durante o dia ou pratica algum tipo de atividade física ao ar livre. Além do desconforto, a exposição ao calor excessivo pode provocar consequências negativas para o nosso organismo, por isso é importante ficar atento aos sinais.

“O calor intenso está relacionado à desidratação, por isso é comum que nos dias mais quentes as pessoas relatem tontura, fraqueza, cansaço excessivo, dor de cabeça e queda da pressão arterial. Nos casos mais graves estão os desmaios e aumento da frequência cardíaca”, alerta Alessandra Luglio, Nutricionista e Consultora de Jungle.

Esses sinais surgem quando o corpo usa ou perde mais líquido que o ingerido, por isso a recomendação de ingestão de pelo menos dois litros de água é frequente nos consultórios médicos. Nos casos mais extremos, a desidratação pode causar perda da consciência podendo resultar em morte.

Como prevenir a desidratação?

Evite usar roupas pesadas e escuras, optando pelos modelos que deixem a pele arejada. Uma das formas que mais eliminamos líquido é através do suor causado por roupas e o clima quente.

Evite a exposição prolongada ao sol entre às 10 e 16 horas. Trinta minutos são suficientes para sintetizar a vitamina D no organismo. Prefira sempre ambientes com temperaturas amenas.
Crianças e idosos devem ter cuidado redobrado, pois são os que mais sofrem com o calor intenso. A pele mais fina dos idosos tendem a desidratar mais.

Tenha uma garrafa de água sempre por perto, mas caso sinta sintomas de tontura, cansaço excessivo e dor de cabeça opte por ingerir uma bebida isotônica. O produto apresenta uma grande concentração de sais minerais como o sódio e o potássio que repõem rapidamente os níveis de hidratação.

Caso tenha ficado muito no sol, tente tomar um banho de água fria para baixar a temperatura corporal e depois procure por um ambiente mais fresco.

Como escolher o melhor isotônico?

É preciso estar atento ao rótulo e na presença de ingredientes que podem ser nocivos para a saúde, como os aditivos artificiais e os nutrientes isolados provenientes de origem sintética. Essa mistura pode agravar doenças como diabetes, hipertensão e disfunções reais. Na hora de escolher procure por algo 100% natural e orgânico, como o Isotônico Jungle, por exemplo.

Antes de entrar no mercado, a marca escutou por meses vários consumidores em potencial e ouviu a opinião de nutricionistas para entender quais seriam as maiores necessidades para garantir reposição hidroeletrolítica com ingredientes íntegros. O resultado de todas essas conversas foi uma base respeitando o que existe de mais atual na ciência. Todos os componentes são íntegros, ou seja, naturalmente nutritivos, conhecidos também como “comida de verdade”.

A bebida possui lista de ingredientes reduzida, sendo o principal a água, seguido pela água de coco orgânica, que já é rica em nutrientes. A tapioca orgânica, o suco de frutas, os aromas naturais e o sal marinho aparecem na sequência. Cada frasco possui apenas 48 calorias e o produto pode ser encontrado nos sabores de laranja, uva e morango com limão.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!