Casagrande anuncia a criação de universidade estadual até 2021; valor total do PPA é de R$ 74,42 bilhões

430

Em anúncio feito nessa segunda-feira (2/09), o governador Renato Casagrande citou a criação da Universidade Estadual do Espírito Santo, dentro do Projeto de Lei do Plano Plurianual (PPA) relativo ao período 2020-2023, enviado à Assembleia Legislativa.

O secretário estadual de Educação, Victor Amorim de Ângelo, explicou que a finalidade da universidade é reunir os serviços de educação já oferecidos pelo estado, como a Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames), com novos serviços, inicialmente voltados para a extensão e pós-graduação na área da educação, com intuito de reforçar a educação básica.

“A universidade esta sendo pensada em função dos desafios da educação básica e em relação à estrutura que já existe hoje no ensino superior […] muitas das metas da educação básica estão relacionadas ao ensino superior”, disse.

ENSINO A DISTÂNCIA (EAD)

O secretário informou ainda que, inicialmente, a universidade funcionará com o sistema de ensino a distância (EAD). As aulas presenciais dos serviços já oferecidos pelo Estado – como a Fames – irão continuar funcionando nos espaços já existentes. não há previsão de uma criação de espaço físico para a universidade. 

O prazo estipulado pela Secretaria de Estado de Educação (Sedu) para o início do funcionando das atividades é 2021. O secretário informou que, atualmente, a universidade está em fase de planejamento jurídico. 

“É uma demanda antiga do Espírito Santo. Nós somos um dos poucos estados que não tem universidade estadual. Na região sudeste, somos o único. (A criação da universidade) tem um caráter simbólico, mas também estratégico. Outros estados apostaram nisso e viram bons resultados”.

PROJETO DE LEI DO PLANO PLURIANUAL (PPA)

O Governo do Espírito Santo enviou, para análise e votação da Assembleia Legislativa (Ales), o Projeto de Lei do Plano Plurianual (PPA) relativo ao período 2020-2023. O valor total do PPA é de R$ 74,42 bilhões, a serem aplicados em projetos e programas visando ao desenvolvimento integrado e sustentável do Estado e à melhoria da qualidade de vida da população capixaba.

Ao todo, o PPA estabelece 45 programas com 660 ações, sendo 34 finalísticos – que envolvem ações e projetos governamentais com bens e serviços a serem entregues à sociedade capixaba ao longo da gestão –, e 11 de apoio às políticas públicas e às áreas especiais.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | COM INFORMAÇÕES DA SECOM-ES E FOLHA VITÓRIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!