Celulares são alvos de furto e roubo durante o Carnaval; veja como se proteger

533

Conforme o Carnaval se aproxima, aumenta a ansiedade para participar dos bloquinhos que tomam conta do Brasil. E pode até ser que as fantasias e os adereços já estejam separados, mas é necessário pensar também na segurança. Os roubos e, principalmente, furtos de celulares ganham terreno nessa época.

De acordo com dados da Polícia Civil, em 2019 foram levados 5.400 smartphones em São Paulo. O número, entretanto, é menor do que o mesmo período de 2018, quando houve 5.700 registros.

“Os foliões que aproveitarão o feriado precisam estar protegidos. Uma opção é assinar um seguro por tempo determinado, válido apenas para os dias da folia”, aconselha o co-fundador e sócio da Kakau Seguros, Henrique Volpi.

Confira outras dicas!

.Não deixe o smartphone à mostra: A dica pode parecer boba, mas vale ressaltar. Só use o celular caso realmente seja necessário – e faça isso rápido. Se precisar utilizá-lo por mais tempo, entre em um estabelecimento comercial, pois é mais seguro.

.Não leve o celular para a folia: Se for possível, deixe o smartphone em casa. Caso não consiga, uma dica importante é colocar o seu chip em um aparelho antigo, aquele que você deixa de backup caso algo aconteça com o oficial.

.Proteja o smartphone: Usar uma pochete colorida ou uma doleira por dentro da roupa é uma boa saída. Se você tiver calça, shorts ou saia que tenham bolso com zíper ou uma bolsa mais ‘reforçada’, também vale a pena. Caso não, o bolso da frente é sempre mais seguro que o de trás. E nunca se esqueça: qualquer acessório deve sempre estar virado para frente!

.Atenção ao ‘vuco vuco’: Comum em blocos maiores, o excesso de gente é o ambiente ideal para quem quer se aproveitar. Os ladrões costumam dar esbarrões e empurrões para agir. Se possível, mantenha uma distância segura das outras pessoas e fique atento a atitudes suspeitas.

.Cuidado no transporte público: Não é porque você ainda não chegou ao bloquinho ou já foi embora que precisa relaxar. Como metrô, trem e ônibus costumam ficar mais cheios durante a época de Carnaval, pessoas mal intencionadas também costumam se aproveitar para furtar celulares. Mas no transporte público, além de empurrar e esbarrar, também é comum usar a ‘mão leve’. Não se esqueça de deixar bolsas e mochilas à frente do corpo!

.Instale aplicativos antirroubo: É superfácil encontrar no Android e iOS aplicativos que protegem o aparelho caso ele seja roubado ou furtado. Alguns são gratuitos e permitem controlar o celular remotamente se algo acontecer.

. Invista em um seguro: Contrate um seguro para o seu aparelho por um período de dois meses, por exemplo. A Kakau conta com plataformas que oferecem a opção de pausar e retomar o serviço a qualquer momento, sem custos adicionais.

Levaram meu celular na folia, e agora?

.Entre em contato com a operadora para bloquear o IMEI do aparelho;

. Registre um Boletim de Ocorrência. Se não houve violência, ele pode ser feito online;

.Caso seja possível, localize o aparelho pelo sistema operacional;

.Apague os dados do telefone remotamente;

.Acione o seguro, caso tenha.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: MSN

COMENTE ESTA NOTÍCIA!