Com uso do videomonitoramento, PM prende acusado de tentativa de homicídio no Distrito de Braço do Rio (Conceição da Barra)

479

O sistema de videomonitoramento foi fundamental para que a Polícia Militar conseguisse prender um acusado de tentativa de homicídio na tarde dessa sexta-feira (7/02), no Distrito de Braço do Rio, em Conceição da Barra.

Segundo a PM, dois indivíduos a bordo do Golf branco placas ODA8I20 tentaram matar um homem na Rua São Bento, na Cobraice. Quando os policiais chegaram ao local encontraram a vítima amedrontada, porém não havia sido atingida.

O homem relatou que estava a caminho do seu comércio, que fica anexo à casa onde mora, quando foi abordado pelos criminosos. Um deles, que estava no banco do carona, efetuou dois disparos de arma de fogo contra a vítima, fugindo em seguida.

O atirador foi reconhecido como sendo o mesmo autor do assassinato do sobrinho da esposa da vítima. O homem afirmou que, agora, ele vinha sendo perseguido até sofrer a tentativa de homicídio nessa sexta-feira (7/02).

IMAGENS DE VÍDEO AJUDAM NA CAPTURA

Os agentes fizeram buscas pelo Bairro Cobraice e também no centro de Braço do Rio, mas receberam a informação de que o veículo teria se deslocado para São Mateus. Houve comunicação dos PMs via rádio com guarnições em São Mateus.

O Golf branco chegou a ser visto circulando em São Mateus, mas um denunciante disse à Polícia Militar que o veículo havia retornado para a BR-101 em direção a Braço do Rio.

“Neste momento foi acionado o videomonitoramento do Município, que visualizou o veículo novamente neste Distrito e, após 30 minutos, o mesmo veículo retornou novamente para São Mateus”, destaca o boletim de ocorrência.

Pela segunda vez, policiais de Braço do Rio acionaram uma viatura da PM de São Mateus e a Força Tática, conseguindo, finalmente, abordar o veículo e o acusado de tentativa de homicídio, que estava na direção. O comparsa dele não foi localizado.

O suspeito detido consta, nos registros da polícia, como investigado por um homicídio ocorrido em 28 de abril de 2000. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil, para as providências cabíveis.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!