Da Vitória: “Bancada capixaba foi fundamental para conquista da concessão para duplicação da BR-262”

239

A união e o trabalho da bancada federal capixaba junto com o governo do presidente Jair Bolsonaro foram fundamentais para a construção do edital de concessão para a duplicação da BR-262, que liga o Espírito Santo até Minas Gerais, passando pela região das montanhas, na avaliação do coordenador da bancada, deputado federal Da Vitória (Cidadania-ES).

Em cerimônia na tarde desta quarta-feira (01/09) no Congresso Nacional, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, lançou o edital de concessão da BR-381/262/MG/ES, no trecho da BR-381/MG, de Belo Horizonte (MG) até Governador Valadares )MG); no trecho da BR-262, de João Monlevade (MG) até Viana (ES). Parlamentares capixabas estiveram presentes.

“A publicação do edital para a concessão da BR-262 é um marco para o Espírito Santo. O leilão está marcado para o dia 25 de novembro. Há dois anos, o Ministério da Infraestrutura, junto com a bancada federal capixaba e a bancada mineira, trabalham nessa construção. A união da bancada do Espírito Santo foi fundamental para essa conquista. Os investimentos chegarão a R$ 14 bilhões. Isso vai gerar emprego, mais segurança na estrada, será uma porta de entrada para os portos do Espírito Santo e um incentivo ao turismo e melhoria no escoamento da produção”, destacou Da Vitória.

O ministro Tarcísio Freitas fez questão de destacar o trabalho dos deputados e senadores capixabas durante a solenidade. “A bancada do Espírito Santo, deputado Da Vitória, tão unida, tão coesa, tão firme, sempre trouxe para nós as necessidades da BR-262”, afirmou o ministro.

Da Vitória elogiou a modelagem desenvolvida pela equipe do Governo Federal para a concessão e na cobrança do pedágio, que será gradual a partir do início das obras de duplicação, e a habilidade técnica do ministro Tarcísio na elaboração do edital.

GOVERNADORES

Além das duas bancadas federais, Da Vitória destacou a participação dos governadores Renato Casagrande e Romeu Zema. “Essa união entre os governos estaduais, as bancadas e o governo do Presidente Bolsonaro fizeram com que esse dia chegasse”, finalizou Da Vitória.

A modelagem prevê investimentos em torno de R$ 7,4 bilhões e custos de operação de cerca de R$ 6,03 bilhões para os serviços de infraestrutura e ampliação de capacidade do sistema rodoviário nas rodovias BR-262 e BR-381. O leilão está previsto para o dia 25/11, a partir das 14h, na B3, em São Paulo. A concessão prevê contrato por um prazo de 30 anos.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | COM INFORMAÇÕES DA ASCOM PARLAMENTAR

COMENTE ESTA NOTÍCIA!