Duas crianças entre os quatro mortos em acidente com ônibus no Sul do ES; lista tem 45 feridos, incluindo menores de idade

498

A assessoria do Hospital Infantil de Cachoeiro confirmou que mais uma criança morreu vítima do acidente com ônibus de turismo ocorrido no início da tarde deste sábado (2/11), na ES 164, na rodovia Cachoeiro-Vargem Alta. Um menino de 9 anos, identificado como Arthur Brito, estava na UTI e não resistiu. Outra criança, de dois anos, morreu logo após dar entrada na unidade. Sobe para quatro o total de morto na tragédia.

Dois adultos também faleceram no grave acidente: o motorista do veículo e uma passageira, cujas identidades ainda não foram divulgadas. Outras 12 crianças estão internadas na enfermaria do Hifa e uma na UTI estado grave. Dezenas de outros passageiros foram encaminhados para a Santa Casa de Cachoeiro.

O ACIDENTE

O grave acidente que deixou pelo menos duas pessoas mortas e várias feridas no início da tarde hoje (2), na ES 164, Rodovia Cachoeiro/Vargem Alta, é da empresa Alcântara Turismo de Belo Horizonte.

O veículo seguia com cerca de 55 passageiros, entre eles várias crianças, com destino ao balneário de Itaóca, em Itapemirim. O tombamento aconteceu no local conhecido como “Curva da Morte” devido ao alto índice de acidentes fatais.

Os feridos foram levados para a Santa Casa de Cachoeiro. Ainda não há informações sobre a empresa responsável pelo coletivo. As causas do acidente estão sendo apuradas.

SOCORRO

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas foram socorridas pelos militares, ambulâncias da região e também por populares em carros particulares. Segundo os militares as atualizações sobre as vítimas socorridas são as seguintes:

-Deram entrada na Santa Casa de Cachoeiro 32 vítimas, destas 28 estão na enfermaria e quatro passaram por cirurgia.

-Das 15 vítimas que deram entrada no Hospital Infantil da cidade, 12 estão na enfermaria, uma está na UTI em estado grave e duas faleceram (de dois e nove anos).

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: AQUI NOTÍCIAS

COMENTE ESTA NOTÍCIA!