E AÍ, MP? Vereador denuncia que distribuição de cestas básicas emergenciais é usada para fins eleitoreiros em São Mateus; veja o vídeo

1094
FOTO: ASCOM PMSM/DIVULGAÇÃO

Vice-presidente da Câmara de São Mateus, o vereador Carlos Alberto Gomes Alves (PSB) apresentou, na sessão ordinária realizada nesta terça-feira (29/09), denúncia de que a distribuição de cestas básicas emergenciais feita Prefeitura está sendo usada para fins eleitoreiros.

Em discurso contundente na tribuna, Carlos Alberto afirmou que a Câmara conseguiu barrar diversos projetos desfavoráveis aos moradores de São Mateus, como os que aumentavam os valores do IPTU, da taxa de iluminação pública e do ISS.

O vereador fez referência ao projeto do Executivo que tramita na Câmara, no qual o prefeito Daniel Santana busca aprovação para repassar R$ 6,5 milhões para o Saae. “Como presidente da Comissão de Finanças, convoquei aqui o diretor da autaquia para ele me dizer onde é que vai investir 6 milhões e meio de reais, faltando três meses para terminar o mandato. Ele veio aqui, e disse que os 6 milhões e meio são para investir em custeio. Ele não falou que vai fazer poço artesiano”.

CESTAS BÁSICAS

Em outro momento do discurso, Carlos Alberto chamou a atenção para os gastos da Prefeitura de São Mateus com a aquisição e a distribuição de cestas básicas.

“Tem família que recebeu no mês nove cestas básicas. Nove cestas básicas. Tem candidato a vereador distribuindo cestas básicas. [O prefeito Daniel Santana] Ganhou a eleição passada pela boca do povo, pelo sofrimento do povo pela falta de água. E, agora, tá querendo comprar o povo dando cesta básica. Mas o povo não é burro”, afirmou o vice-presidente do Legislativo mateense.

Veja o vídeo com discurso do vereador Carlos Alberto, na Câmara de São Mateus:

O OUTRO LADO

Líder do prefeito Daniel Santana na Câmara de São Mateus, o vereador Francisco Amaro (PT) não comentou, na sessão, o conteúdo do discurso do vereador Carlos Alberto.

Até o momento, o prefeito Daniel não fez declaração pública sobre a denúncia apresentada na Câmara Municipal.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!