ELEIÇÕES 2020 – Pré-candidato a prefeito pelo PSL, Laurinho Barbosa está motivado: ‘Temos um plano de trabalho para São Mateus’

NA ENTREVISTA AO CENSURA ZERO, PRÉ-CANDIDATO DESTACOU QUE IDENTIFICA "SENTIMENTO DE MUDANÇA NAS COMUNIDADES"

1609

O policial rodoviário aposentado Laurinho Barbosa (PSL), 63 anos, é o 14º nome confirmado como pré-candidato a prefeito de São Mateus nas Eleições 2020. Cristão e conservador, Laurinho é ex-vereador (1997-2004), ex-presidente da Câmara Municipal (2001) e traz para a disputa a defesa da família e do direito à propriedade, destacando que sua pré-campanha é baseada nos princípios morais e éticos, e nos bons costumes. Ele frisa a necessidade do que chamou de ‘reestruturação de São Mateus’: “Teremos um programa de governo, mas já temos um plano de trabalho para o Município de São Mateus”.

Em entrevista ao CENSURA ZERO, Laurinho Barbosa esclareceu que não tinha mais intenção de retornar à vida pública, mas foi convencido pela direção do PSL, presidido por Delcimar Oliveira, e teve o apoio da família na decisão: “Eu resolvi colocar o meu nome à apreciação do eleitorado de São Mateus, que prima por uma mudança. Estamos aí à disposição, com a nossa experiência política, com a retidão na vida, para poder mudar os rumos da nossa Cidade”.

Com a pré-candidatura confirmada há poucos dias, Laurinho já se articula com outros pré-candidatos e partidos, defendendo que a disputa não tenha muitos candidatos. Ele é a favor da união de grupos em torno de ideias e compromissos para São Mateus, destacando que uma pesquisa de opinião pública pode definir o melhor nome para uma possível candidatura de consenso.

“Tenho a certeza que o meu partido também acata essa decisão. A gente ver a possibilidade de quem estiver melhor na pesquisa, desde que seja uma pessoa que tenha os mesmos pensamentos que os nossos: da moralidade, da ética, da conduta positiva na vida pública. Eu acho que uma pesquisa mais à frente, daqui a 20 ou 30 dias, já poderá dar uma definição de como está o eleitorado. Esse seria um ponto forte: de a gente estar discutindo, pelo menos uns dois ou três nomes só. Mas baseado numa pesquisa eleitoral; não por influência ou imposição de quem quer que seja”, afirmou o pré-candidato.

“DESEJO DE MUDANÇA”

Laurinho Barbosa frisa que traz para o debate da pré-campanha eleitoral a identificação de prioridades da população de São Mateus, a partir do “desejo de mudança nas comunidades”: “Nós tivemos aí, nesses quase quatro anos, um prefeito que focou carnaval, festas, aluguel de tendas, e as prioridades mesmo do Município ele esqueceu. Isso eu tenho ouvido das pessoas. Eu tenho a minha visão. Mas eu tenho ouvido muito das pessoas que o Município de São Mateus está entregue às traças”.

Ele afirma que sua preocupação é reestruturar São Mateus, a partir da destinação dos recursos do Orçamento Municipal: “É empregar as verbas nos lugares certos. O povo paga imposto e o ordenador de despesas, o Prefeito no caso, tem dividir isso aí e retornar em benefícios para a população. É isso que nós queremos fazer. Eu pretendo, por exemplo, fazer visitas aos produtores rurais, marcar ‘dia de campo’. Eu vou lá ver a situação, porque é muito fácil você está dentro do gabinete e achar que você tem fazer aquilo que você quer”.

O pré-candidato do PSL entende que o gestor precisa sair do gabinete e ser participativo: “É você ir lá visitar o produtor rural, visitar as comunidades, visitar os bairros e saber das necessidades que eles têm. Não é o que eu penso, eu tenho que fazer de acordo com eles, que estão lá se sacrificando, identificar os problemas que eles têm lá, in loco. E outro ponto também é empregar as verbas públicas de volta, dando qualidade ao povo, condição de vida melhor. Isso é muito importante”.

Na entrevista ao CENSURA ZERO, Laurinho Barbosa fez questão de frisar que não precisa ser prefeito de São Mateus, e não se coloca na disputa ao cargo por imposição: “Eu estou atendendo a pedidos, a clamores do meu próprio partido, que foi um ponto forte nessa questão, e da população por onde eu tenho ido. As pessoas querem a mudança. E a mudança é pela ética, pela moral, pela conduta ilibada. É isso que as pessoas estão querendo. Querem um gestor. Não precisa ser um empresário, por exemplo, mas um administrador público: você coloca um corpo técnico em todas as secretarias e vai fazer uma administração para ficar na história do Município”.

DESENVOLVIMENTO

Com relação à retomada do desenvolvimento em São Mateus, que está na iminência do início das obras do porto da Petrocity, Laurinho entende que é preciso que o gestor pense no Município de São Mateus “com planejamento para 20, 30, 100 anos”.

“Temos que pensar nos nossos filhos, nos nossos netos, nessa juventude que está se qualificando nas nossas universidades federais, nas faculdades privadas; oferecer condições para que essas pessoas, quando estiverem formadas, se encaminhem com suas profissões, para as empresas. Então nós temos que abrir as portas e as janelas do Município, para as empresas virem para cá, para dar oportunidades para as pessoas e, com isso, reduzir o desemprego. O porto da Petrocity é fator importante, e eu tenho a certeza de que o Município não está preparado. O número de habitantes vai aumentar significativamente, a mobilidade urbana vai ser totalmente prejudicada, porque não foi feito nenhum plano, nenhum gestor público que passou por este Município pensou num futuro bem à frente: 10, 20, 30, 50 anos à frente. Nós temos que pensar nisso, e o que pudermos fazer para expandir isso aí, vamos fazer. Teremos um programa de governo, mas já temos um plano de trabalho para o Município de São Mateus”.

REDES SOCIAIS

Ao analisar as particularidades do pleito neste ano atípico, por conta da pandemia da covid-19, Laurinho afirma que sua pré-candidatura, vem sendo divulgada nas redes sociais e em visitas às comunidades.

 “A gente vai defender a pré-candidatura dentro dos moldes da Justiça Eleitoral, não tem como você fugir dessa regra; essa é uma campanha diferenciada. As redes sociais vão ter uma forte influência na opção do eleitorado, porque não temos mais os comícios e as reuniões, porque não pode aglomerar as pessoas. Então eu penso que um fator positivo e decisivo será o uso das redes sociais”, destaca.

Nascido em São Mateus, Laurinho Barbosa é casado com a professora Ádila A. Cosme Barbosa e tem três filhas: Fernanda (bacharel em Direito), Júlia (enfermeira) e Gabriela (futura médica veterinária – 10° período). Quando na ativa como policial rodoviário federal, exerceu o cargo de Inspetor Chefe do Setor de Operações da 4ª Delegacia da PRF – 12ª SRPRF-ES. Morador do Rio Preto, ele é proprietário do Haras que leva o nome do bairro.

“Aqueles que nos conhecem sabem que eu pertenço a uma das famílias tradicionais de São Mateus. Estou com 63 anos de idade, policial rodoviário aposentado, fui vereador por dois mandatos e presidente da Câmara de São Mateus. Eu militei em duas instituições com muitos espinhos, mas não conseguiram me furar. Entrei limpo e saí limpo, e é assim que eu quero fazer também, caso consigamos a condição de o povo nos dar essa oportunidade”, finalizou o pré-candidato Laurinho Barbosa.

PRÉ-CANDIDATOS DECLARADOS

Além de Laurinho Barbosa (PSL), outros pré-candidatos já se declararam publicamente ou já tiveram seus nomes homologados por seus partidos. São eles: Carlinhos Lyrio (Podemos), Elisângela Nascimento, a Preta (PSB), Cássio Caldeira (Progressistas), Eneias Zanelato (PT), Keydson Quaresma (DEM), Nilis Castberg (PL), Dr. Jeziel (PCdoB), Eliezer Nardoto (PRTB), Hubistenyo Cajá, o Bil (PSD), Ferreira Júnior (Solidariedade), Dr. Mauro Peruchi (Rede Sustentabilidade) e Welington Secundino (PV).

Mesmo se mantendo calado sobre o assunto, o prefeito Daniel Santana (PSDB) é confirmado nos bastidores políticos como pré-candidato à reeleição. O ex-prefeito Amadeu Boroto (Progressistas), embora cogitado, ainda não se pronunciou publicamente sobre a possível pré-candidatura nas Eleições 2020.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!