Em Rio Bananal, professor é proibido de exercer profissão por dois anos após assediar aluno

349

Um professor de Rio Bananal foi demitido e proibido de ingressar em qualquer cargo ou função pública municipal pelo período de 2 anos, por assediar um aluno de 14 anos. O educador foi denunciado, em setembro deste ano, pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça Geral de Rio Bananal.

Segundo o processo, o denunciado era professor da escola em que a vítima estudava. Aproveitando-se dessa condição, passou a enviar mensagens para o jovem por meio do aplicativo WhatsApp, perguntando se o adolescente estava em casa e prometendo vantagens caso recebesse fotos ou saíssem juntos. Também foi constatado que o acusado encaminhou mensagem com caráter notoriamente libidinoso.

De acordo com o MPES, o acusado assediava constantemente os alunos, por meio de aplicativos de conversa. Foi verificado que o acusado é reincidente nos delitos de molestar, perturbar o sossego e realizar o favorecimento a prostituição e exploração sexual de criança ou adolescente.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: TRIBUNA ONLINE

COMENTE ESTA NOTÍCIA!