Em visita ao ES, Moro enaltece programa Estado Presente: “conhecido e bem falado em todo o País’

O Programa Estado Presente em Defesa da Vida, realizado pelo Governo do Espírito Santo para enfrentamento e prevenção da violência, com foco, especialmente, nos crimes letais, foi elogiado pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, durante visita ao Estado nesta terça-feira (29). Ele participou de uma apresentação do programa, feita pelo governador Renato Casagrande, em reunião no Palácio da Fonte Grande, em Vitória, que contou com a presença de autoridades civis e militares.

O ministro Sérgio Moro pontuou que o Estado Presente é “conhecido e bem falado em todo o País”. Ele destacou o foco do programa na integração e troca de informações entre os órgãos de Segurança Pública.

“Meus cumprimentos pelo Programa Estado Presente. Os dados que nós vemos refletem que houve uma inegável redução na taxa de homicídios, principalmente a partir de sua implantação, em 2011. Uma redução de uma taxa de mais de 50 homicídios por 100 mil habitantes para 23 por 100 mil é algo impressionante. O que nos deixa um desafio muito grande, de não deixar subir e sim de reduzir essa taxa”, disse.

GOVERNADOR CASAGRANDE

O governador Renato Casagrande deu maiores detalhes sobre o programa, implantando em 2011 durante a sua primeira gestão à frente do Executivo estadual e que foi retomado este ano após ser descontinuado em 2015. Desde a sua implantação, o Estado Presente tem reduzido de forma significativa a taxa de homicídios e outros tipos de crimes no Espírito Santo.

“O programa não se baseia apenas no enfrentamento do crime, mas também passa pela inserção de políticas públicas nas áreas de atuação do Estado Presente, além da gestão do sistema prisional. A redução nos números de crimes contra a vida e patrimônio mostram que estamos no caminho certo, mas temos muitos desafios pela frente. Recebemos representantes de todos os setores que integram o programa. Vamos seguir fortalecendo os eixos policial e social para que possamos conseguir chegar ao menor número de homicídios da série histórica do nosso Estado”, afirmou o governador.

FOCO EM CRIMES LETAIS

O Estado Presente tem foco, especialmente, nos crimes letais, como homicídio, feminicídio, latrocínio e lesão corporal, com atuação em dois eixos: um, policial, e outro, social, a partir da ampliação do acesso aos serviços básicos e da promoção da cidadania em regiões caracterizadas por altos índices de vulnerabilidade social.

“Fiquei bastante animado com os indicadores de setembro”, disse o ministro, ao referir-se ao fato de pelo nono mês consecutivo, o Espírito Santo ter registrado queda na quantidade de assassinatos, alcançando a melhor marca desde 1996. De janeiro a setembro deste ano, ocorreram 702 homicídios, o que equivale a 150 vidas poupadas em relação às mortes violentas registradas no mesmo período do ano passado, uma queda de 17,6% em termos percentuais.

PREVENÇÃO E ENFRENTAMENTO À CRIMINALIDADE

Também como resultado do trabalho realizado pelo Programa Estado Presente, que é classificado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) como um dos mais completos e eficazes projetos na prevenção e enfrentamento à criminalidade, o mês de setembro de 2019, isoladamente, registrou o menor número de homicídios da série histórica.

Ao todo, houve 72 assassinatos nos 30 dias. O menor número registrado anteriormente, há 23 anos, foi 89. Em relação a 2018, foram 19 assassinatos a menos, representando uma redução de 20,8%.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FOTOS: HÉLIO FILHO/SECOM-ES | COM INFORMAÇÕES DA ASCOM GOVERNO DO ES

spot_imgspot_img
spot_img

OUTROS DESTAQUES:

Open chat
Olá, seja bem-vindo(a) ao portal CENSURA ZERO!
-Faça seu cadastro para receber Boletins Informativos em Transmissão pelo WhatsApp e autorizar o envio de notícias!
-É simples, rápido e seguro, nos termos da nossa Política de Privacidade, disponível no site.
-Deixe seu NOME COMPLETO e a CIDADE onde mora!
Obrigado e volte sempre!