‘Especulação política é maluquice’, diz Huck sobre jatinho e Lula

542

O apresentador Luciano Huck foi ao Twitter, na noite deste sábado (09/11), explicar que o avião usado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em voo de Curitiba a São Paulo foi fretado por uma empresa sócia. “Eu não dei carona no avião para o Lula. Eu não emprestei avião nenhum para o Lula, tá?”, disse, em vídeo divulgado na rede social.

O objetivo do pronunciamento foi se afastar se especulações políticas relacionadas ao ato. Huck trabalha na TV Globo, que tem sido alvo de ataques por parte do presidente Jair Bolsonaro (PSL), cujo principal opositor político é o petista. Além disso, seu nome já aparece em pesquisas sobre o cenário eleitoral de 2022.

O apresentador justificou que, para baratear o custo de manutenção do avião, é sócio da empresa Icon Táxi Aéreo. Segundo ele, toda a parte logística do aluguel da aeronave fica sob responsabilidade da parceira.

“Quem cuida dessa agenda de voos todos e todos os detalhes é também a Icon, então qualquer especulação política em cima disso é maluquice nesse momento polarizado no país. O fato não passou de uma simples questão comercial, vamos dizer assim, tá? Qualquer dúvida, a Icon pode esclarecer”, afirmou.

CRÍTICAS DE BOLSONARO

Bolsonaro já fez uma crítica a Huck relacionada à aeronave usada na manhã deste sábado (9/11) por Lula. Em transmissão ao vivo pelo Facebook no dia 29 de agosto, o mandatário do Brasil disse que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), e o apresentador “mamaram nas tetas” do governo. Ambos usaram o financiamento do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“Já apareceu aquela galerinha da compra de aviões com [juros] de 3,5% ao ano. Que teta, hein? O que é isso, Luciano Huck?”, disse, na época.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: METRÓPOLES

COMENTE ESTA NOTÍCIA!