FATOS & VIDA – Dias ruins também chegam ao fim!

156

POR LUCINETE OLIVEIRA*

Na maioria das vezes, encaramos o choro como algo negativo, sinônimo de tristezas. Entretanto, existem momentos que temos uma necessidade imensa de chorar. Seja de alegria, emoção, de tristezas.

O choro não é sinônimo de fraqueza, mas uma prova de que não somos tão fortes em todos os momentos de nossas vidas. Mas as coisas muito fáceis nos paralisam diante de um mundo imenso e rico em oportunidades.

Buscar o novo, sair das fronteiras que nos aprisionam, fugir dos confortos que nos limitam e nos deixam acomodados para fugirmos do ninho e confortáveis com o apego daquilo que construíram para nós, ou que foi construído por nós, nos limitando e impedindo de lutar pelo novo.

De repente, temos medo de encarar as dificuldades; só que elas não são tão ruins como imaginamos, mas nos obrigam a buscar estratégias de vida para a vida.

Pois nossas maiores conquistam chegam após vencermos os desafios de ultrapassar certos limites, que na maioria das vezes foram impostos por alguém.

As escolhas e sonhos dos outros não nos representam, já que temos o livre arbítrio; não podemos perder tempo administrando pensamentos alheios. O que pensam ou opinam sobre mim, não me diz respeito, não é da minha conta.

Seja da prateleira, mostre-se na vitrine da vida, mas sem ser arrogante ou inconveniente, mas sim o protagonista de sua história de vida, com atitudes de proatividade que podem inquietar a muitos e destravar a vida em todos os campos.

É preciso tomar uma postura de desbloquear, sabendo no que precisamos focar. Fará muita diferença, pois assim sabemos no que não focar e não perder tempo com coisas sem prioridades.

*LUCINETE OLIVEIRA é professora, graduada em Ciências Contábeis e Pós-Graduada em Gestão e Educação Ambiental, Educação Especial e Inclusiva e Políticas de Inclusão. Atualmente, cursa Licenciatura em Educação do Campo na Ufes.

Contatos: E-mail: lucinete_oliva@hotmail.com

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!