FLAGRANTE – Ator é preso por vender remédio falso contra coronavírus

568

O ator Keith Middlebook, que figurou em três filmes da Marvel, foi preso nesta quinta-feira (26/3) pelo FBI por vender pílulas milagrosas que supostamente curam a covid-19. De acordo com a imprensa americana, ele estaria vendendo os remédios “com patente pendente” que não só curaria os que já estão doentes, mas também evitaria que pessoas saudáveis fossem contaminadas.

Middlebrook foi preso em flagrante assim que tentou entregar as pílulas a um agente do FBI que se passava por um investidor. A agência descobriu que ele vinha tentando obter fundos com investidores em potenciais para a empresa criada por ele, a Quantum Prevention CV. Ele tentava atrair as pessoas prometendo ganhos de 200 a 300% para cada milhão de dólares investidos.

ENVOLVIA MAGIC JOHNSON

Para dar maior credibilidade para a sua história, ele alegava que o ex-jogador de basquete Magic Johnson fazia parte da diretoria de sua companhia.

Após a prisão, Keith Middlebook – que tem cerca de 2,5 milhões de seguidores no Instagram – foi indiciado por fraude. Se condenado, pode pegar até 20 anos de cadeia.

Ele apareceu como homem da lei nos filmes “Homem de Ferro 2”, “Homem de Ferro 3” e “Thor”.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: ESTADÃO

COMENTE ESTA NOTÍCIA!