Gestão Daniel define nesta terça (7/01) empresa que instalará totens nas passarelas em Guriri; valor estimado é superior a R$ 100 mil

2145

A gestão do prefeito Daniel Santana define nesta terça-feira (7/01) a empresa a ser contratada para a instalação de totens para identificação das passarelas de Guriri. Segundo o edital, o gasto será superior a R$ 100 mil com a execução de mais esse serviço.

A administração investiu quase meio milhão de reais na construção das ligações do calçadão até a areia na beira da praia, o que faz subir o custo total com as passarelas para cerca de R$ 600 mil.

O Pregão Presencial nº 039/2019 da Prefeitura de São Mateus será realizado por meio da Secretaria Municipal de Turismo. A abertura dos envelopes está marcada para esta terça-feira (7/01), às 13h30, no Centro Administrativo da PMSM, no Bairro Carapina.

Conforme o edital do Processo 014.452/2019, a finalidade é “a contratação de empresa para prestação de serviços de execução de totens de identificação das passarelas de madeira para passagem de pedestres e pessoas com mobilidade reduzida e elemento de madeira para suporte das duchas”.

VEJA A PLANILHA ORÇAMENTÁRIA PARA CUSTO MENSAL DO EDITAL:

JUSTIFICATIVA

A justificativa da gestão Daniel Santana para mais essa despesa é algo quase inteligível: “Os totens de identificação das passarelas de madeira serão pontos de localizações destas zonas e se tornaram (sic) elementos de referências para a população e imperdível para os turistas como meio de orientá-los”.

Lembrando que a Prefeitura de São Mateus teve custo de R$ 493.401,26 para construir as oito passarelas de madeira na orla da Praia de Guriri. A execução foi feita pela empresa Multiface Serviços e Produções Ltda ME. Ou seja, o custo total da instalação das passarelas com sua identificação demandará custo total em torno de R$ 600 mil.

NOTA DA REDAÇÃO: A Reportagem foi retificada nesta segunda-feira (6/01), às 23h50, com relação ao valor total (R$ 100 mil e não R$ 300 mil), a partir da interpretação correta dos dados da planilha. As alterações incluíram o título da matéria. Também foi providenciada a substituição da versão antiga compartilhada no Facebook (páginas e grupos) e compartilhado novo link da reportagem com as devidas correções, acompanhado do alerta: [republicando com correções no título e no conteúdo da matéria].

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!