GRANDE VITÓRIA – Pai e filho são presos por matar inquilino por causa de aluguel atrasado

229

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra divulgou, nesta quinta-feira (16/09), a prisão de dois homens, de 46 e 20 anos, acusados de matar um inquilino por causa de atraso no aluguel. O crime ocorreu no dia 08 de dezembro de 2020, no bairro Barcelona, na Serra. Os acusados, pai e filho, já são réus no processo que tramita na 3ª Vara Criminal, no município. 

O pai, de 46 anos, foi preso no dia 07 de julho de 2021, em uma operação da DHPP da Serra, no bairro São Francisco, no município. Na residência do detido, os policiais apreenderam duas espingardas, sendo uma calibre 20 e outra 28.

Segundo as investigações, ele foi o autor dos disparos que vitimaram Davi dos Santos Marrane, de 25 anos. A vítima era inquilina do autor e as investigações concluíram que o homem foi morto porque atrasou o pagamento do aluguel. Morando há seis meses em um imóvel pertencente ao autor dos disparos, ele estava há três sem pagar o valor combinado, o que corresponde a uma dívida de R$ 1.800,00.

“O autor dos disparos foi preso pela DHPP da Serra no dia 07 de julho, em cumprimento ao mandado de prisão e de busca e apreensão domiciliar. Conduzido à delegacia, confessou o crime com riqueza de detalhes e não demonstrou arrependimento. Ele e o filho foram indiciados por homicídio qualificado por motivo torpe e impossibilidade de defesa da vítima. O atirador também foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma”, relatou o titular da DHPP da Serra, delegado Rodrigo Sandi Mori.

AJUDA DO FILHO

As investigações também indicaram que o atirador contou com a ajuda do filho, de 20 anos, para fugir. O filho do atirador foi preso durante as investigações por outro crime, em 24 de abril deste ano, quando foi flagrado por policiais civis do Departamento Especializado de Narcóticos (Denarc) transportando entorpecentes no veículo dele.

Segundo os levantamentos do Denarc, o rapaz de 20 anos era responsável pelo tráfico de drogas na região de Jacaraípe, na Serra, mesma localidade onde também é acusado de outro homicídio, cometido no dia 20 de abril deste ano, ou seja, dois dias antes de ser preso. Ele é réu nos três processos: do homicídio em Jacaraípe, do homicídio em Barcelona e por tráfico de drogas.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!