Greve dos motoristas: Justiça determina que 75% da frota de ônibus circule

426
Motoristas de ônibus prometem greve para a segunda-feira (12/08).

A Justiça determinou neste sábado (10/08) que ao menos 75% da frota dos ônibus circulem na Grande Vitória durante a greve anunciada pelo Sindicato dos Rodoviários para esta segunda-feira (12/08). A categoria decidiu a paralisação durante assembleia realizada na sexta (9). A decisão foi dada pelo juiz Aldary Nunes Junior, do Plantão Cível de Vitória. 

Além dos 75% da frota, há também a determinação de que não haja bloqueio ou que os grevistas não provoquem interdições nas principais vias da Grande Vitória na segunda. Os motoristas também não poderão impedir a saída de ônibus das garagens das concessionárias.

Outro ponto da decisão é que não seja realizado movimento conhecido como “catraca livre”. Caso esses itens sejam descumpridos, a multa diária será de R$ 100 mil. 

De acordo com o sindicato, a paralisação terá início à 0h01 de segunda e será por tempo indeterminado até que “o governo do Estado e empresários se abstenham da implantação de qualquer medida que tenha como resultado a demissão de milhares de trabalhadores”, informou Sindirodoviários por meio de nota.

GREVE

De acordo com o sindicalista Valdeci Laurindo, os rodoviários não vão bloquear as saídas dos terminais e garagens, mas a adesão deve ser grande. 

Até o fim de 2019, 200 cargos de cobrador vão deixar de existir. Serão 1.200 a menos até 2022, de acordo com o próprio governo.

Além do desemprego, o sindicato alega que os novos ônibus vão trazer sobrecarga de trabalho aos motoristas e piora na prestação de serviço aos deficientes físicos, que embarcam com auxílio dos cobradores.

O governo, no entanto, garante que não haverá demissão e afirma que o motorista não fará cobrança de passagem. Já o auxílio aos deficientes será prestado pelo condutor, assim como já acontece no Seletivo.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: TRIBUNA ONLINE

COMENTE ESTA NOTÍCIA!