Homem é preso suspeito de matar companheira e colocar corpo em tambor

456

Um homem de 33 anos foi preso nesse sábado (21/09) suspeito de matar a companheira com um pé de cabra e colocar o corpo dela em um tambor na região de Venda Nova, em Belo Horizonte-MG.

De acordo com a Polícia Militar, os militares chegaram ao local após uma denúncia anônima, e constataram que havia um cadáver dentro de um tambor vermelho à margem de um córrego.

A perícia da Polícia Civil (PCMG) foi acionada, que verificou que se tratava de uma mulher de 35 a 40 anos, cabelos pretos, parda e altura aproximada de 1,65 metro. Ela estava com diversos ferimentos na cabeça, causados por objeto pontiagudo.

Apesar dela não ter sido identificada, foi descoberto que a vítima era moradora e usuária de drogas do bairro Jardim Comerciários, ao lado de onde ela foi encontrada.

BUSCAS

Ao fazer buscas pelo bairro atrás do suspeito do homicídio, os policiais foram informados por testemunhas que a mulher teria sido assassinada na casa de seu companheiro, no mesmo bairro.

Ao chegarem na residência, os militares encontraram o pai do suspeito, um idoso de 69 anos. Ele disse que na noite anterior ouviu muito barulho e gritos, mas não saiu de seu quarto para verificar o que estava acontecendo. O idoso também relatou que seu filho é usuário de drogas e tinha relacionamento amoroso com a vítima.

Durante a conversa, os militares perceberam que havia vestígio de sangue na parede da casa do suspeito, além do chão e da porta.

A perícia da PCMG foi até o imóvel, e apreendeu uma blusa com manchas de sangue que estava jogada no chão do terreiro, um pé de cabra e uma xibanca (espécie de picareta) com manchas de sangue. Também foi constatado que no local havia, anteriormente, um tambor, com indícios de ser o mesmo encontrado próximo ao córrego, com o corpo da mulher.

SUSPEITO PRESO

Após buscas, a PM conseguiu localizar e prender o suspeito do crime, G. J. A. Ele estava no hospital Risoleta Tolentino Neves, no bairro Vila Clóris, região Norte de BH. Ele estava fazendo uma visita a um idoso, que estava internado.

Ao ser questionado pelo crime, o homem confessou que tinha um relacionamento com a vítima, mas brigavam muito, por causa do uso de drogas. Ele também confirmou que o tambor onde a mulher foi encontrada é seu e estava em seu lote.

Apesar dos indícios, ele negou que assassinou a companheira. Disse que ela tinha uma dívida com traficantes da região, e que na noite anterior, ela chegou em casa com três indivíduos, mas não os conhecia. Ele foi preso e o caso será investigado.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: O TEMPO

COMENTE ESTA NOTÍCIA!