Jorginho Cabeção defende CPI para investigar abusos contra menores em São Mateus

421

O presidente da Câmara de São Mateus, Jorginho Cabeção, defendeu em plenário, na sessão de terça-feira (25/08), a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar se há omissão do poder público em relação à descoberta de uma série de casos de abusos sexuais contra crianças e adolescentes no município sem punição.

“A gente não pode esperar, a sociedade quer uma resposta imediata e a gente tem que dar essa resposta”, disse o presidente.

A maioria dos crimes acontece dentro da própria casa e os acusados, geralmente, são parentes próximos, culminando com a gravidez de meninas menores de 14 anos, como a história que correu o mundo, da garota mateense de 10 anos, violentada e engravidada pelo tio.

“Foi uma repercussão mundial e nossa cidade ficou em evidência de uma forma negativa. Cabe a nós, como parlamentares, fazermos a nossa parte. No mínimo, o que nós deveríamos fazer é abrir uma CPI para chegar a culpados e levar à justiça o relatório final”, concluiu Jorginho Cabeção.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | COM INFORMAÇÕES DA SECOM CMSM

COMENTE ESTA NOTÍCIA!