Jovem diz que capturou peixe de 36 quilos em represa com as mãos: ‘Não foi pesca, foi caça’

1678

O azulejista Igor Ferreira diz ter vivido uma aventura ao capturar com as próprias mãos uma carpa de 36 quilos na represa do Parque Municipal de Taquaritinga-SP. O peixão ficou preso em um barranco, após o nível da água aumentar em decorrência das chuvas.

“Levamos até um susto na hora. Grudei em cima e ele querendo escapar. Enfiei a mão na guelra dele, na boca e fui puxando. Mas eu não aguentava o peso. Meu amigo chegou, nós grudamos e tiramos da água. Não foi pesca, foi uma caça. Foi divertido, emocionante”, afirmou ao G1.

A pescaria aconteceu na manhã de sexta-feira (3/01) e, horas depois, a foto de Igor e do amigo carregando a carpa amarrada a um tronco de madeira viralizou na internet. O azulejista conta que sempre pesca na represa, mas nunca pegou um peixe tão grande e pesado.

“Já pegaram peixe grande, mas desse tamanho nunca. Acho que nenhuma vara tira um peixe daquele tamanho, só na aventura mesmo. Tem que ser no braço, como a gente fez. Quem ouve pensa que é história de pescador, mas é verdade”, brincou.

ESPÉCIE NÃO É NATIVA

Segundo a Polícia Militar Ambiental, apesar de janeiro ser período de Piracema, quando ocorre a reprodução dos peixes e a pesca é proibida, a captura da carpa não pode ser considerada crime porque essa espécie não é nativa. O peixão de Taquaritinga já foi para a panela.

Na entrevista ao G1, Igor comemorou o feito: “A gente já foi limpando, picando, tirando os filés, a mãe jogando na frigideira. Foi bom, foi bom de verdade”.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!