Médicos confirmam a morte de dois bebês por sarampo em São Paulo

403

A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo confirmou nesta sexta-feira (30/08), a morte de dois bebês por sarampo na Grande São Paulo. Com isso, já são três óbitos confirmados pela doença no Estado após um período de 22 anos sem o vírus fazer vítimas fatais em território paulista.

De acordo com a secretaria, as vítimas são uma menina de 4 meses, de Barueri, e um menino de 9 meses, morador da capital. Ambos estavam fora da faixa etária para a qual a vacina é indicada.

Regularmente, por questões de segurança e eficácia, as duas doses da vacina devem ser dadas aos 12 e 15 meses, mas, por conta do surto que acontece no País, o Ministério da Saúde determinou, no início de agosto, que a imunização poderia, excepcionalmente, ser feita a partir dos seis meses de idade. O bebê de 9 meses foi infectado antes da nova determinação, no meio de julho. Já a criança de Barueri, pela pouca idade, não poderia ser imunizada nem de acordo com o protocolo excepcional.

BEBÊS SÃO MAIS VULNERÁVEIS

Os bebês menores de 1 ano são considerados os mais vulneráveis a casos graves e óbitos por sarampo e representam, atualmente, 13% do total de casos registrados no Estado. De acordo com a secretaria, já foram confirmados 2.457 registros da doença neste ano e outros cerca de 10 mil estão em investigação.

O primeiro óbito por sarampo foi confirmado pelas autoridades sanitárias na quarta-feira (28/08). A vítima era um homem de 42 anos, não vacinado e que tinha uma condição imunológica mais frágil por causa de uma cirurgia para retirada do baço.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: MSN

COMENTE ESTA NOTÍCIA!