Moradores pedem à PM mais segurança na Ladeira do Besouro, em São Mateus; mendigos estão invadindo casas e ameaçando transeuntes

161

Moradores de São Mateus pedem à Polícia Militar que reforce a segurança na Ladeira do Besouro e adjacências, por conta do grande número de mendigos e vândalos que estão buscando abrigo em casas abandonadas no local, entre a Rua Manoel Andrade e a Avenida Cricaré, próximo ao Centro da Cidade.

Denúncias que chegaram ao CENSURA ZERO dão conta que já foram feitas diversas denúncias à PM sobre a situação, mas sem sucesso. Os moradores de rua, cada vez em maior número, invadiram as casas que estão interditadas há cerca de sete anos. Toda a área passou a ser considerada de risco pela Defesa Civil e pelo Corpo de Bombeiros, depois que houve o rompimento de uma adutora do Saae nas proximidades da Praça do Mirante.

Um morador do local, que preferiu não se identificar, disse que há constantes brigas e uso de drogas nas casas invadidas. “Os mendigos também estão furtando portas, janelas, fiação e ferro das construções para vender ou trocar por drogas”, afirmou o denunciante, frisando que também ateiam fogo em materiais nos espaços das casas.

Ele acrescenta que pessoas que passam pelo local também correm constantes riscos de assaltos e furtos. “Já houve casos de mulheres que foram assaltadas e ameaçadas ao passar pela Ladeira do Besouro. Isso ocorre em plena luz do dia”, afirma outra moradora.

Os antigos moradores da Ladeira do Besouro, que tiveram que deixar suas casas fazem também um apelo à Prefeitura de São Mateus para resolver a situação, que está judicializada. Há processos na Justiça contra o Saae por danos materiais. A Prefeitura custeia o aluguel social de alguns moradores que não tinham outra opção de moradia.

O OUTRO LADO

O CENSURA ZERO disponibiliza espaço para que representantes da Polícia Militar, no caso da segurança, e da Prefeitura de São Mateus e do Saae, com relação a obras e ao processo na Justiça, possam se manifestar, caso queiram, fazendo os devidos esclarecimentos sobre os assuntos tratados nesta reportagem.

VEJA FOTOS DO VANDALISMO:

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!