Mulher destrói carro do ex-marido após crise de ciúmes em Vila Velha

394

Uma mulher de 35 anos foi levada à delegacia após quebrar carro do ex-marido e atear fogo no veículo. O caso ocorreu na manhã de sexta-feira (15/11), em frente à casa da acusada, onde o casal chegou a morar junto, em Araçás, Vila Velha.

Testemunhas contaram à reportagem que a confusão aconteceu entre 8h e 9h, na Rua Pequim. Gritando, a mulher usou uma chave de roda para quebrar o veículo, um Honda Civic preto.

Ela confessou à polícia que também ateou fogo no carro. Além da chave de roda, a acusada carregava uma faca, segundo vizinhos. “O meu medo era que o fogo atingisse outros carros e as casas”, disse uma moradora.

O irmão da mulher tentou acalmá-la, mas como ele teria defendido o ex-cunhado, a irmã também quebrou objetos que estavam no carro dele. Vizinhos conseguiram apagar o fogo com baldes de água, e a polícia foi acionada.

MULHER NÃO ACEITA SEPARAÇÃO

Militares estiveram no local e levaram a mulher e o dono do carro, de 28 anos, à 2ª Delegacia Regional, em Vila Velha, onde prestaram depoimento. Eles foram transportados em viaturas diferentes, para garantir a segurança dos dois. O homem disse à Polícia Civil que teve um relacionamento com a acusada por seis anos e que ela não aceita a separação. Ele afirmou que, desde o término, está sendo perseguido pela ex.

Já a mulher disse aos policiais que estava tentando, com a ajuda de amigos, retomar a relação, mas o ex-marido teria se negado, porque estaria com um encontro marcado com outra pessoa. Ela contou que, na noite de quinta-feira (13/11), teve uma conversa com o ex e, em seguida, ele a levou até a casa dela, na Rua Pequim.

No local, a acusada se negou a sair do carro. O ex-marido, então, deixou o Honda estacionado na rua e pegou carona com um amigo. Inconformada, ainda na noite de quinta, a mulher furou um pneu do carro, segundo vizinhos. Na noite de sexta (14/11), ela quebrou e ateou fogo no veículo. O jovem não quis representar criminalmente contra a ex-mulher e os dois foram liberados.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: TRIBUNA ONLINE

COMENTE ESTA NOTÍCIA!