MINAS NA TELONA – Bem humorado, ‘Pafuncho: um Caipira na Terra de Drummond’ conquista o público em Itabira e região

510

Por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura – Governo de Minas Gerais e com incentivo da Fermag Ferritas Magnéticas, foi gravado em Itabira e na região com todos os profissionais envolvidos sendo da Cidade, o filme Pafuncho: um Caipira na Terra de Drummond.  

O filme narra, com humor, as trapalhadas que Pafuncho passa ao decidir, ou decidirem por ele, que ele não deverá mais morar com a mãe e ganhar o mundo. Na verdade, ele sai na busca do reencontro com o pai, que, há tempos, abandonou a família. 

Nessa aventura, ele, que é também um apaixonado pela obra de Drummond, consegue juntar o útil ao agradável durante a trama, se deliciando com os prazeres que a literatura e as histórias Drummondianas o proporciona, enquanto vai tentando resolver as enrascadas em que ele se mete. 

A produção e gravação do filme só foram possíveis com a aprovação do projeto na Lei Estadual de Incentivo à Cultura. Após esse processo, foram captados R$ 55 mil com a empresa Fermag Ferritas Magnéticas, que foram usadas para custear o longa itabirano. 

As exibições de lançamento foram feitas de 20 a 22 de dezembro, cumprindo parte do compromisso firmado entre o empreendedor cultural Raimundo Gonçalves da Silva e o Governo do Estado de Minas Gerais. O público atendeu ao chamado!

EXIBIÇÕES

As exibições aconteceram nos dias 20/12 – teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, 21/12, pela manhã, o local foi o auditório da Prefeitura Municipal de João Monlevade.

No mesmo dia, às 19h, houve a sessão no Centro de Atendimento ao Turista em Serra dos Alves – pertencente ao Distrito Itabirano de Senhora do Carmo.

Encerrando este ciclo, 22/12, no Centro Cultural Alberto Sampaio, em Santa Maria de Itabira. No total, o público presente foi de aproximadamente, 700 pessoas nas quatro exibições.

ENVOLVIMENTO DO PÚBLICO

Na percepção da coordenadora Ana Paula Ribeiro Frias, foi um sucesso, destacando que, além de comparecer, o público se envolveu com a trama e depois procurou a equipe para parabenizar. Ela frisa que todo o esforço foi mesmo para impactar positivamente a comunidade que assistiu ao filme.

“Um feito histórico na área da cultura de nossa cidade! Sendo toda a equipe de Itabira a conseguir um resultado tão elevado com recursos escassos, é para se orgulhar; apesar de se tratar de ficção, ele fala muito das raízes do povo de Minas”, completou a coordenadora.

Raimundo Gonçalves da Silva, o Caipira da Pedreira, personagem principal, era todo alegria diante do feito e da repercussão. Ele destaca que “foi um sonho realizado” e espera conseguir realizar outros projetos e colher bons frutos dessa realização.

Ele aproveitou para agradecer a todos que compareceram, que comentaram, compartilharam sobre o filme, incluindo a empresa incentivadora Fermag Ferritas Magnéticas, os apoiadores Mirai Audiovisual, AGL Representações – Anúncios e Projetos Promocionais, Prefeitura Municipal de Itabira, Prefeitura Municipal de João Monlevade, Prefeitura Municipal de Santa Maria de Itabira, Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, Espaço Cinemax Itabira, Start Vídeos.

EM CARTAZ

Através da assessoria de comunicação do filme, realizada pelo representante comercial Alexandre Lennon, em parceria com o Espaço Cinemax Itabira, a equipe de produção pretende manter o filme Pafuncho: Um Caipira na Terra de Drummond em cartaz no cinema.

Com apoio da Prefeitura de Itabira e da Secretaria Municipal de Educação, a apresentação do longa metragem será feito nas escolas no período de volta às aulas, criando assim uma forma de trabalhar a cultura do audiovisual nas salas de aulas com os alunos da rede pública.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: ASCOM FILME  

COMENTE ESTA NOTÍCIA!