Nova fase da Lava Jato: Polícia Federal prende Eike Batista

610
MICHEL MELO/METRÓPOLES - Eike Batista já havia sido preso há cerca de um ano pela PF, no âmbito da Operação Eficiência, braço da Lava Jato. Agora, por determinação da Justiça, ele cumpria prisão domiciliar.

Em mais uma fase da Lava Jato, o empresário Eike Batista foi preso novamente pela Polícia Federal. De acordo com informações do G1 e da Globo News, o juiz Marcelo Bretas expediu para esta etapa da operação dois mandados de prisão — o do ex-bilionário e mais um — e cinco de busca e apreensão.

A Justiça o condenou a 30 anos de prisão por corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Por decisão do juiz Marcelo Bretas, ele foi réu no mesmo processo em que o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral acabou condenado a 22 anos e 8 meses de prisão.

Há cerca de um ano, a PF prendeu o empresário no âmbito da Operação Eficiência, braço da Lava Jato, e cumpria prisão domiciliar. Pelas regras, não podia sair de casa à noite. Também era obrigado a permanecer em sua residência nos fins de semana e feriados.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!