Nove pessoas são mortas pisoteadas e sete ficam feridas durante baile funk

599

Em um baile funk, em Paraisópolis, Zona Sul de São Paulo, nove pessoas morreram pisoteadas e outras sete ficaram feridas, na madrugada de sábado (30/11) para domingo (1º/12), depois de uma troca de tiros de agentes do do 16º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M) com criminosos locais.

De acordo com a Polícia Civil, os policiais realizavam uma Operação Pancadão, quando dois homens em uma moto dispararam contra eles. Os atiradores seguiram em direção ao baile e continuaram a disparar.

A ação causou um tumulto na festa, que tinha cerca de 5 mil pessoas. Entre os mortos, estão oito homens e uma mulher.

GOVERNADOR DÓRIA

Por meio de sua conta no Twitter, o governador de São Paulo, João Dória (PSDB-SP) lamentou o ocorrido e disse que o episódio irá passar por uma investigação “rigorosa”; nas redes sociais, diversas imagens mostras os frequentadores do baile encurralados pelos policiais e agredidos.

“Lamento profundamente as mortes ocorridas no baile funk em Paraisópolis nesta noite. Determinei ao Secretário de Segurança Pública, General Campos, apuração rigorosa dos fatos para esclarecer quais foram as circunstâncias e responsabilidades deste triste episódio”, disse Doria.

VÍDEO MOSTRA POLICIAIS EM AÇÃO NA OPERAÇÃO PANCADÃO. VEJA:

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: SITE RÁDIO TUPI

COMENTE ESTA NOTÍCIA!