Polícia prende em flagrante pai e madrasta acusados de matar menina de 6 anos

325

A Delegacia de Homicídios do Rio de Janeiro prendeu em flagrante, na madrugada de sábado (3/08), pelos crimes de homicídio qualificado e tortura, Rodrigo Jesus da França, de 25 anos, e Juliana Mayara Brito da Silva, de 20 anos. Os dois são acusados de serem os responsáveis pela morte de Mel Rhayane Ribeiro de Jesus, de seis anos. Rodrigo e Juliana eram pai e madrasta da menina.

Peritos constataram diversas lesões no corpo da vítima: ausência de um pedaço da orelha, úlceras no tornozelo e mãos, aparentando que a menina era constantemente amarrada e chicoteada. As lesões indicaram que as agressões ocorriam havia tempos.

Rodrigo confessou o crime. Em depoimento, ele disse que deixava a criança amarrada para não ter acesso aos outros filhos do casal e que as agressões eram para corrigir um suposto comportamento sexual alterado da vítima, que já havia sido supostamente estuprada.

Já a madrasta, apesar de negar os fatos, foi presa por ter se omitido às agressões do pai. Rodrigo também tirou a filha da escola para que as agressões não fossem percebidas.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: TUPI FM

COMENTE ESTA NOTÍCIA!