Presidente Girley comenta demolição da arquibancada do Estádio Sernamby e revela projetos para o São Mateus

O presidente do São Mateus, Girley de Oliveira, comentou em entrevista ao CENSURA ZERO a demolição da arquibancada do Estádio Manoel Moreira Sobrinho, o popular Estádio Sernamby. A arquibancada foi a primeira a ser construída na praça esportiva.

“É uma pena que tenha que vir ao chão, pois é um marco histórico em nossa Cidade. Quantas pessoas sentaram ali, vibraram e viram o time conquistar títulos. Também sofreram com algumas derrotas. Mas trouxe muitas alegrias, principalmente para os nossos antepassados. Pessoas que já se foram, que estão em nossa memória; mas que, infelizmente, estava em situação muito crítica, né?”, destaca Girley.

Ele afirma que, constatando a demolição, avalia que “Deus foi bom ao longo do tempo”, frisando houve muitos livramento: “Estava muito precário aquele vão de arquibancada, e ela vinha de vários campeonatos. A diretoria brigando com a Federação e Corpo de Bombeiros, para liberar o torcedor de sentar, porque era o espaço que tínhamos. Mas chegou um determinado momento que o Corpo de Bombeiros interditou totalmente aquele vão de arquibancada”.

O presidente afirma ainda que será demolido o segundo vão de arquibancada, construído no mandato do ex-presidente Amadeu Boroto em parceria com radialista Carlinhos Lyrio, que mobilizou os torcedores com a Campanha de Doação de Cimento e o ex-presidente da Federação Capixaba Marcus Vicente, além de torcedores e a sociedade mateense que também ajudaram na ação. “Em julho de 2018, o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil chegaram à conclusão que a arquibancada tinha que ser demolida”, frisou.

PROJETOS

Girley de Oliveira afirma que está adiantado o projeto do retorno da iluminação no Estádio Sernamby, destacando que ainda este ano devem ser instalados os refletores. A estrutura do estádio passará por uma reforma nos vestiários e alambrado.

“A meta do São Mateus para este ano de 2024 é voltar para a elite do futebol capixaba. Temos a ideia de trazer jogadores de fora com mais experiência, mais cascudos, não esquecendo também dos pratas da casa. Os demais vamos trazer com recursos oriundos de empresários de fora da Cidade, que se propuseram a pagar os salários dos atletas’, revela o presidente.

Girley salienta que é preciso quebrar alguns paradigmas sobre as funções de quem está à frente da gestão do São Mateus: “Gestor é para trabalhar, até porque, se entrou dinheiro, foi num passado bem distante. Nossa ideia é unir as forças para o São Mateus voltar à primeira divisão”.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

spot_imgspot_img
spot_img

OUTROS DESTAQUES:

Open chat
Olá, seja bem-vindo(a) ao portal CENSURA ZERO!
-Faça seu cadastro para receber Boletins Informativos em Transmissão pelo WhatsApp e autorizar o envio de notícias!
-É simples, rápido e seguro, nos termos da nossa Política de Privacidade, disponível no site.
-Deixe seu NOME COMPLETO e a CIDADE onde mora!
Obrigado e volte sempre!