Professora é denunciada por opinião racista em sala de aula: ‘preto que não estuda, a derrota é certa’

Uma estudante da Escola Estadual Marcelina de Campos, localizada no Bairro Jardim Santa Amália, em Cuiabá-MT, registrou um boletim de ocorrência contra uma professora-substituta afirmando que a educadora disse palavras preconceituosas em sala de aula.

Segundo o relato da estudante de 18 anos, na manhã dessa terça-feira (27/08) a professora da disciplina de História disse: “Afro e preto que não estudam, a derrota é certa”.

A aluna se sentiu ofendida, mas resolveu não falar nada para a professora devido ao fato de ela estar apenas substituindo a educadora oficial da turma.

Porém, depois da aula, ela foi até a secretaria com o intuito de conversar com a coordenadora. Como não conseguiu, resolveu que registraria a fala da professora no livro-ata da escola nesta quarta-feira (28/08).

Ao mesmo tempo, resolveu procurar a delegacia e registrar um boletim de ocorrência por “discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, ou procedência nacional”. O caso será investigado.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: SITE O LIVRE


spot_imgspot_img
spot_img

OUTROS DESTAQUES

Open chat
Olá, seja bem-vindo(a) ao portal CENSURA ZERO!
-Faça seu cadastro para receber Boletins Informativos em Transmissão pelo WhatsApp e autorizar o envio de notícias!
-É simples, rápido e seguro, nos termos da nossa Política de Privacidade, disponível no site.
-Deixe seu NOME COMPLETO e a CIDADE onde mora!
Obrigado e volte sempre!