R$ 61 MIL – Em recesso, vereadores de São Mateus estouraram verba indenizatória em janeiro; R$ 5 mil extras quase dobram o valor individual dos subsídios, que é de R$ 7.700

Além de significar um retrocesso na Câmara de São Mateus, o retorno do recesso do mês de janeiro significou também um gasto a mais para os cofres públicos.

Os 11 vereadores tem direito a uma verba indenizatória (ressarcimento de gastos fora dos vencimentos) no valor de R$ 5 mil, sendo que o Presidente do Legislativo tem valor adicionar de R$ 2.500,00.

O presidente da Câmara, Paulo Fundão (PP), usou todo o montante de R$ 7.500,00 a que teria direito em um mês normal.

Dos outros 10 parlamentares, oito fecharam o valor máximo (R$ 5 mil): Ciety Cerqueira (PT), Delermano Suim (Patriota), Adeci de Sena (Cidadania), Carlinho Simião (Podemos), Isael Aguilar (União Brasil), Gilton Gomes, o Pia (PSDB) e Preta do Nascimento (PSB).

Outros dois gastaram um pouco menos no recesso de janeiro: Kácio Mendes (PSDB) teve direito a ressarcimento de R$ 4.191,28 e Laílson da Aroeira a R$ 4.987,22.

Já o gasto da Câmara Municipal com subsídios dos vereadores foi de R$ 84.700,00 em janeiro.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

spot_imgspot_img
spot_img

OUTROS DESTAQUES:

Open chat
Olá, seja bem-vindo(a) ao portal CENSURA ZERO!
-Faça seu cadastro para receber Boletins Informativos em Transmissão pelo WhatsApp e autorizar o envio de notícias!
-É simples, rápido e seguro, nos termos da nossa Política de Privacidade, disponível no site.
-Deixe seu NOME COMPLETO e a CIDADE onde mora!
Obrigado e volte sempre!