SÃO MATEUS – Sem DTs nem secretárias readaptadas, escolas municipais ficam abandonadas e diretores passam sufoco

387
FOTO: ILUSTRATIVA

Diretores das escolas da rede municipal de ensino enfrentam um grande problema na preparação do início do ano letivo de 2022: não dispõe de servidores contratados para o trabalho administrativo e secretários(as) escolares readaptados não estão comparecendo em seus postos de trabalho neste mês de janeiro.

“Algumas funcionárias da Prefeitura não estão respeitando as leis do Município. Houve várias reabilitações para o cargo de secretário(a) escolar, porém as mesmas não estão indo trabalhar, deixando as escolas abandonadas e pais e alunos sem atendimento”, destaca denúncia recebida pelo CENSURA ZERO.

A informação é os contratos dos(as) servidores(as) que atuam como secretário(a) escolar terminou em 22 de dezembro e ainda não houve nova contratação. Outra questão é que professores que não podem mais atuar em sala de aula por algum motivo foram adaptados(as) para exercerem a função de secretário(a) escolar. Mas estariam desrespeitando os diretores e não estão trabalhando, porque janeiro é o mês de férias dos professores, e alegam que ainda estão vinculados ao magistério.

Alguns diretores já teriam levado a situação ao conhecimento da Secretaria Municipal de Educação. “Muitas dessas servidoras são protegidas por vereadores e estão forçando a barra para receberem sem trabalhar”, frisa a denúncia.

Há informação de que o vereador Cristiano Balanga (PROS), líder do Prefeito na Câmara Municipal e que exerce uma espécie de “ingerência consentida por Daniel Santana na Secretaria de Educação”, tem conhecimento da situação. No entanto, ainda não tomou providências. “Nesse caso, a buzina dele está muda, sem som nenhum”, ironizou a fonte denunciante.

O OUTRO LADO

O CENSURA ZERO encaminha esta denúncia para o Gabinete do prefeito Daniel Santana e para a Secretaria Municipal de Educação. Recebendo retorno, o texto será atualizado.

O espaço está aberto para o vereador Cristiano Balanga fazer as considerações que julgar pertinentes.

PS: Texto atualizado com correções às 18h43 do dia 13/01/2021.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!