Um carnaval de sons em concerto comemorativo da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo

323

Não só no Brasil o Carnaval é importante. A manifestação é comemorada em várias partes do mundo. Nas vésperas da festividade mais famosa do Brasil, a Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) vai apresentar um concerto que mescla músicas clássicas inspiradas no Carnaval europeu, com obras modernas inspiradas no Carnaval brasileiro. A apresentação única está marcada para quinta-feira (20/02), às 20h, no Teatro Glória, Centro de Vitória.

Sob a regência do maestro Leonardo David, a noite de concerto vai contar com solo do trompetista Renan Sena, dividindo o palco com a Oses. Os ingressos, a preços populares, custam R$ 10, inteira, e R$ 5, meia, e podem ser adquiridos com antecedência na bilheteria do Centro Cultural Sesc Glória.

O repertório da noite começa com uma obra do século XIX, o Carnaval de Veneza, escrita por Jean-Baptiste Arban, músico francês nascido em Lyon, que foi um virtuose do trompete, regente e também pedagogo. Arban foi bastante influenciado pela escrita do violinista Niccolò Paganini e quis demonstrar que o trompete também tinha potencial como instrumento solista. Nesse caso, o destaque será o trompetista Renan Sena, que integra a Oses e irá solar a obra de Arban.

A outra peça, escrita pelo compositor brasileiro Ernani Aguiar, é a Sinfonietta Seconda, que tem o subtítulo de “Carnevale”, obra inspirada no samba, na marcha rancho e no frevo, tudo feito com muita técnica e inspiração. Essa obra foi estreada na Alemanha e já foi apresentada em várias cidades brasileiras e em países como Polônia, Paraguai, México e Bolívia.

Para finalizar o grito de Carnaval e dar início às comemorações carnavalescas, um especial de sambas enredos e pout-pourri de marchinhas.

NO RITMO DE CARNAVAL

  • Arban – “O Carnaval de Veneza”–
  • Ernani Aguiar – Sinfonietta Seconda “Carnevale”
  • Especial sambas enredos pot-pourris de Carnaval: “O abre alas”, “A turma do funil”, “Cachaça não é água”, “Allah-la-O”, “Cabeleira do Zezé” e “Vassourinha”
  • Solista: Renan Sena, trompete
  • Regente: Leonardo David

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: ASCOM SECULT

COMENTE ESTA NOTÍCIA!