URGENTE! – Comunicado importante aos Internautas e às Autoridades Constituídas do Espírito Santo*

441

Malfeitores da internet criaram um grupo fake de WhatsApp do portal CENSURA ZERO, com o objetivo de espalhar notícias falsas e cometer crimes eletrônicos, usando páginas de Facebook e grupos de WhatsApp. Um dos números de celular que estão distribuindo o link para esse grupo fake é 028 99961-4862, com o nome fake de Luiz Fernando.

Alertamos a todos(as) os(as) internautas que não entrem nesse grupo e, se identificarem algum grupo CENSURA ZERO | SÃO MATEUS que não tenha como Administradores os Diretores André Oliveira (Jornalista) e Eduardo Ferreira (Publicitário), denunciem à Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Eletrônicos (DRCE): (27) 3137-9106.

Apuramos que a criação do grupo falso ocorre na tentativa de denegrir o trabalho do CENSURA ZERO, que, baseado no Jornalismo Profissional sério e honesto, publica a verdade dos fatos em São Mateus-ES. Já é sabido que esses malfeitores da Internet integram uma organização criminosa que age em páginas de Facebook e grupo de WhatsApp, acobertada por autoridades do Poder Executivo de São Mateus.

Eventualmente, compartilham textos e fotos de ações da atual administração municipal, produzidos pela Secretaria de Comunicação Social de São Mateus, mas o objetivo principal é espalhar fake news (notícias falsas), com calúnia, difamação e injúria, dentre outros crimes, contra cidadãos de bem e autoridades que divergem, por algum motivo, dos atos do Prefeito de São Mateus, Daniel da Açaí.

Esses criminosos não têm limites. Atacam a vida profissional, pessoal e familiar das pessoas e autoridades, assim como já fizeram com o Governador Renato Casagrande, a ministra do STF e do TSE Rosa Weber, os Deputados Estaduais Freitas e Enivaldo dos Anjos, os empresários Amadeu Boroto, Natan Beltrame, Márcio Castro e Rui Baromeu; os advogados Paulo Fundão e José Geraldo de Andrade; além de Prefeitos, Vereadores e Lideranças Comunitárias, Religiosas e Empresariais.

A Direção do CENSURA ZERO reitera apelo ao Governo do Estado (por meio da Polícia Civil, da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social e da Procuradoria Geral do Estado-PGE), à Assembleia Legislativa do Espírito Santo, ao Ministério Público Estadual-MPES e ao Judiciário do Espírito Santo para que tomem as providências cabíveis e pertinentes, porque, segundo constatação da Sociedade de São Mateus e do Norte do Estado, a situação tem passado dos limites suportáveis!

‘Não’ à produção e distribuição de fake news de forma institucionalizada a serviço da prática de crimes em São Mateus-ES e no Espírito Santo!

São Mateus-ES, 13 de março de 2020.

DIREÇÃO DO PORTAL CENSURA ZERO

*Publicação feita exclusivamente no portal CENSURA ZERO. Para prevenir fake news, com a adulteração do texto, não publicamos e não autorizamos a publicação do conteúdo deste Comunicado, de forma avulsa, nas redes sociais e em grupos de WhatsApp.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!