Vadão deixa a Seleção Brasileira Feminina; substituto ainda não foi confirmado pela CBF

734
CBF/DIVULGAÇÃO - Em sua segunda passagem pela equipe, Vadão esteve à frente da Seleção Brasileira Feminina durante um ano e dez meses.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou nesta segunda-feira (22/07) que o técnico Oswaldo Alvarez, Vadão, deixa o comando da Seleção Brasileira Feminina.

Em sua segunda passagem pela equipe, Vadão esteve à frente da seleção durante um ano e dez meses. Em nota, a CBF agradeceu o trabalho e a dedicação demonstrada no período

Vadão dirigiu a seleção nos Jogos Olímpicos Rio 2016, ficando em quarto lugar, e em duas edições de Copas do Mundo, no Canadá em 2015 e na França em 2019. Conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos Toronto 2015, além de duas Copas América, em 2014 e 2018, além de garantir vaga no Mundial da França (2019) e nas Olimpíadas de Tóquio 2020. 

A CBF ainda não confirmou um novo nome para dirigir a Seleção Feminina Principal. 

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

COMENTE ESTA NOTÍCIA!