VALENTÃO NO RÉVEILLON – Homem bate em mulher na sede da PM e, ao ser preso, agride policial e faz ameaças de morte

1189

Um homem agrediu a mulher durante o Réveillon e ela teve que se abrigar na sede da Companhia da Polícia Militar em Guriri. Mesmo assim, o rapaz não parou e, ao ser preso, desferiu socos e ameaçou de morte um policial que atendeu à ocorrência.

A ocorrência foi registrada por volta das 4h desta quarta-feira (1º/01), na sede da PM em Guriri. Uma mulher de 25 anos entrou correndo e pedindo socorro aos agentes que estavam no plantão, afirmando que estava sendo agredida pelo companheiro dela, de 21 anos. Em seguida, o rapaz chegou e, mesmo diante dos policiais militares, queria continuar as agressões.

Ele recebeu ordem para que se afastasse da mulher, mas partiu para cima da vítima e dos policiais. Ao receber voz de prisão, o agressor deu dois socos no rosto de um soldado da PM, que conseguiu imobilizá-lo. Na luta corporal, o homem caiu no chão e machucou o rosto. Depois de detido, soldado e o acusado foram encaminhados para o Hospital Roberto Silvares para atendimento médico.

Conforme o boletim de ocorrência, mesmo durante a confecção do documento policial com as informações, o valentão seguiu com as agressões verbais ao soldado, ameaçando-o de morte, “dizendo que iria procura-lo para resolver a situação”.

O agressor responderá por crime com base na Lei Maria da Penha, além de desacato e agressão a autoridade policial.

AGREDIDA OUTRAS VEZES

Em relato aos policiais militares que atenderam à ocorrência, a mulher afirmou que convive com o acusado há aproximadamente três anos e não foi a primeira vez que sofreu agressões. Nas outras vezes, no entanto, não prestou queixa à polícia.

Ela foi embora enquanto os policiais registraram a ocorrência, afirmando que daria sequência “em momento oportuno”.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!