VIOLÊNCIA DOMÉSTICA – Oito prisões na 4ª fase da Operação Maria’s em 2020

93

A Divisão Especializada de Atendimento à Mulher (DIV-Deam) deflagrou, nessa quarta-feira (29/07), a quarta fase da Operação Maria’s, com o objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão e mandados de prisão contra autores de violência doméstica e familiar contra mulheres. A operação resultou em oito prisões e apreensão de um notebook e um pen drive que serão úteis em investigações em andamento.

A titular da DIV-Deam, delegada Claudia Dematté, destacou a importância da continuidade das ações de combate à violência doméstica no período de pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).

“Nós estamos vivendo, no Brasil e no mundo, um período de pandemia. É tempo de ficar em casa, mas sem violência doméstica e familiar contra a mulher. Os estudos da ONU apontam que os casos de violência doméstica e familiar, neste período, estão aumentando, mas não necessariamente chegam de fato até as autoridades policiais”, afirmou.

PRISÕES NA GRANDE VITÓRIA

As prisões ocorreram nos municípios de Vila Velha, Vitória, Cariacica, Viana e Serra. Todos os detidos tinham mandado de prisão em aberto por crimes relacionados a violência doméstica e familiar. Entre os detidos, há um homem de 32 anos que foi preso no bairro Vila Garrido, em Vila Velha, que chegou a romper uma tornozeleira eletrônica após ser preso por agredir a ex- companheira.

“Esse indivíduo inicialmente foi preso, em flagrante delito, pela prática dos crimes de ameaça e lesão corporal na forma da Lei Maria da Penha (…). Posteriormente, a juíza da primeira Vara de Violência Doméstica concedeu liberdade provisória, todavia, sendo monitorado com o uso de tornozeleira eletrônica. Passado um tempo, ele quebrou a tornozeleira eletrônica, o que foi comunicado ao juízo, que novamente concedeu o mandado de prisão preventiva. Imediatamente iniciamos o serviço de inteligência e logramos êxito na captura deste indivíduo na data de hoje”, relatou a titular da Deam de Vitória, delegada Juliana Saadeh.

A Operação Maria’s 4 contou com apoio da Superintendência de Polícia Interestadual e de Capturas (SUPIC), totalizando um efetivo de 26 policiais. Em 2019, a Operação Maria’s realizou a prisão de 389 homens autores de violência contra à mulher. Em 2020, já foram mais de 150 pessoas presas. Novas fases estão previstas para este ano. 

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!