Casagrande atrai investidores para ES em série de reuniões ao lado de comitiva capixaba em São Paulo

448
GIOVANI PAGOTTO/SECOM-ES - A agenda da comitiva capixaba em São Paulo nesta quarta-feira (24/07) inclui uma visita à Inovabra, que é o ecossistema de inovação do Bradesco, às 10h, e uma reunião com a XP Investimentos, às 15h.

Com o objetivo de apresentar toda a potencialidade da economia capixaba a empresários paulistas, principalmente nas áreas de infraestrutura, inovação e investimentos, o governador do Estado, Renato Casagrande, realiza uma série de reuniões em São Paulo. Integram a comitiva capixaba o diretor-presidente do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), Maurício Cézar Duque, e o secretário de Estado da Fazenda, Rogelio Pegoretti. Os encontros seguem nesta quarta-feira (24/07).

Nesta terça-feira (23/07), o governador capixaba fez uma apresentação na Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib), na qual abordou, em especial, o recém-lançado Programa de Concessões e Parcerias do Estado do Espírito Santo (portal Parcerias ES).

A Abdib é uma organização que agrega uma ampla gama de empresas públicas e privadas que participam de todas as fases dos negócios (estruturação, investimento e operação) nos setores de infraestrutura e indústrias de base. Em seguida, a comitiva se encontrou com empresários na sede da Ernst Young e com o Fundo de Investimento Internacional. 

POTENCIALIDADES

Em suas manifestações, Casagrande destacou as potencialidades do Espírito Santo, a solidez da gestão fiscal e apresentou a carta de investimentos/projetos do Estado. “Vivemos um momento de instabilidade política e econômica no Brasil, mas um momento de muita oportunidade. Temos uma gestão fiscal nota A no Espírito Santo desde 2012, ainda em meu primeiro mandato. Queremos alinhar essa gestão fiscal com audácia e muitos investimentos. Queremos ser um Estado competitivo”, afirmou.

O governador ressaltou ainda o grande potencial do Espírito Santo na área logística. “Estamos em um local estratégico e podemos ser a porta do Brasil para o mundo e do mundo para o Brasil. Temos vocação portuária e com melhorias no setor de infraestrutura podemos competir em igualdade com o País. Podemos não ser o maior Estado da Federação, mas queremos ser o melhor e mais competitivo”, apontou Casagrande, que citou os investimentos que vêm sendo feitos no Estado. 

Segundo ele, a carteira de investimentos próprios é adequada ao tamanho do Estado. “São sete bilhões de reais em recursos próprios para investimento nos próximos três anos. Lançamos recentemente a plataforma de Parcerias. Temos grandes iniciativas que podem contar com a colaboração do setor privado, que pode apresentar soluções. O programa é uma via de mão dupla e esperamos propostas interessantes”, comentou.

BANDES

O diretor-presidente do Bandes, Maurício Cézar Duque, afirmou que a aproximação dos órgãos da administração pública capixaba com a iniciativa privada possibilita entender as demandas dos atores das atividades produtivas.

“Buscamos soluções de atuação conjunta entre o poder público e o setor privado. Lançamos recentemente o portal Parcerias ES, com uma carteira de ofertas e de debate com o setor produtivo local, nacional e internacional. O programa dará ainda mais transparência e celeridade, de forma especial, às fases de chamamento público, análise e contratação das empresas, projeto, construção, financiamento, operação e manutenção do objeto da Concessão ou Parceria”, enfatizou.

O secretário Rogelio Pegoretti acrescentou que o Programa de Parcerias deve gerar soluções para desafios enfrentados em diversos setores do Estado, como no de segurança pública, mobilidade urbana e de infraestrutura. “Com o Programa vamos também criar oportunidades de emprego e de geração de renda. A iniciativa privada trará suas experiências em flexibilidade e dinamismo para a entrega de serviços públicos de qualidade”, disse.

AGENDA

A agenda da comitiva capixaba em São Paulo nesta quarta-feira (24) inclui uma visita à Inovabra, que é o ecossistema de inovação do Bradesco, às 10h, e uma reunião com a XP Investimentos, às 15h.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

FONTE: SECOM-ES

COMENTE ESTA NOTÍCIA!