CRIME ELEITORAL – Rede de páginas que assessora prefeito Daniel também publicou fake news contra Casagrande, Carlinhos e Freitas

644

Com histórico comprovado de produtora e distribuidora de fake news institucionalizada, a rede de fanpages Boca no Trombone, que assessora o prefeito Daniel Santana na promoção pessoal e na publicação de ações positivas da administração municipal, fez publicação simultânea à página A VOZ DO POVO de uma fake news sobre políticos envolvidos com a Eleição Municipal 2020 em São Mateus e o governador Renato Casagrande, adulterando uma capa da edição impressa do jornal Tribuna do Cricaré. A apuração foi feita pela equipe do CENSURA ZERO, depois de noticiar o fato ocorrido no domingo (20/09).

Um consultor jurídico ouvido pelo CENSURA ZERO destaca que “está em plena vigência o Calendário das Eleições 2020 e a postagem tipifica crime eleitoral, sendo passível de denúncias pelos partidos e políticos prejudicados ao Ministério Público Eleitoral, para proceder investigação do fato”.

A página A VOZ DO POVO, que atua na promoção pessoal e divulga ações da Prefeitura de São Mateus, publicou uma capa adulterada de uma edição impressa da Tribuna do Cricaré, envolvendo o governador Renato Casagrande (PSB), ex-deputado Freitas (PSB) e o candidato a prefeito Carlinhos Lyrio (Podemos), com citação também do ex-deputado federal Dr. Jorge Silva, do ex-prefeito Amadeu Boroto e do empresário Rui Baromeu. A capa da fanpage traz uma foto do prefeito Daniel e uma criança.

PUBLICAÇÃO SIMULTÂNEA

A página Boca no Trombone São Mateus, que pertenceria a Diltão de Daniel, autointitulado blogueiro que atua como porta-voz do prefeito na internet e nas redes sociais, atuando em parceria com a Secretaria Municipal de Comunicação com a rede de páginas de Facebook e grupos de WhatsApp, também publicou a fake News eleitoral no domingo (20/09).

A rede de páginas Boca no Trombone é conhecida em São Mateus e no norte capixaba por achincalhar publicamente cidadãos de bem, políticos e autoridades do Legislativo, do Executivo e do Judiciário. Por conta disso, Diltão já sofreu seis condenações pelos crimes de calúnia, injúria e difamação em ações que finalizam tramitação no Poder Judiciário em São Mateus.

Além disso, o porta-voz do prefeito já foi detido por dirigir embriagado e respondeu a processo por atentado ao pudor, quando ficou nu em praça pública em São Mateus. Diltão responde também a outros processos por calúnia, injúria, difamação, racismo e intolerância religiosa. No entanto, gaba-se de não ficar preso por conta da amizade e assessoramento pessoal que presta ao prefeito Daniel Santana.

AGRESSÃO À IMPRENSA

Em episódio registrado em março deste ano, Diltão de Daniel agrediu uma equipe de jornalistas do CENSURA ZERO na porta do Centro Administrativo da Prefeitura de São Mateus, na tentativa de impedir a cobertura de reunião do prefeito Daniel Santana com produtores rurais do Distrito de Nova Verona.

O secretário municipal de Comunicação, Júnior Eler, e o secretário municipal de Agricultura, Renilto Correia, também tentaram barrar o trabalho da Imprensa. O Sindijornalistas-ES encaminhou nota de repúdio ao prefeito Daniel Santana, que nunca repreendeu Diltão ou o desautorizou como assessor informal.   

Diante da impunidade que reina em São Mateus, resta saber se o Ministério Público Eleitoral, a Justiça Eleitoral e a Polícia Federal serão acionados (e agirão) quanto à prática de ataques a adversários políticos com a publicação de fake news em plena vigência do Calendário das Eleições 2020.

VÍTIMAS DAS FAKE NEWS

O CENSURA ZERO publicará nesta quarta-feira (23/09) reportagem com o posicionamentos das vítimas das fake news eleitoral publicada pela página A VOZ DO POVO e pela rede de páginas Boca no Trombone.

O espaço está disponível para Diltão de Daniel e o prefeito Daniel Daniel Santana.

VEJA TAMBÉM:

FAKE NEWS – Apoiadores de Daniel ‘inauguram’ ataques a adversários nas Eleições 2020 em São Mateus, usando capa adulterada da TC

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

COMENTE ESTA NOTÍCIA!