Detran-ES suspende carteira de 14.927 motoristas este ano

346

De janeiro a agosto deste ano, 14.927 motoristas tiveram o direito de dirigir suspenso pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES) por causa de infrações de trânsito.

Para 6.860 condutores, bastou apenas uma infração para que ficassem sem dirigir.

São motoristas que cometeram uma infração considerada gravíssima, como dirigir em velocidade 50% acima do permitido ou dirigir sob efeito de álcool, que tiveram a suspensão direta da carteira e poderão ficar até dois anos impedidos de assumir a direção de um veículo.

Já para 8.067 desses motoristas, a suspensão aconteceu porque acumularam 20 ou mais pontos em infrações, como falar ao celular ou ultrapassar o sinal vermelho, de acordo com o diretor-geral do Detran-ES, Givaldo Vieira.

“As principais infrações que levam a essas suspensões são o excesso de velocidade, tanto acima de 50% da velocidade permitida, que leva a suspensão direta da carteira, como também do excesso de velocidade que vai acumulando pontuação. Além disso, ultrapassar sinal vermelho e uso do celular ao volante também são bem comuns”.

DIREITO DE DEFESA

Givaldo explicou que, quando o motorista comete a infração, ele é notificado da suspensão para se defender e pode entrar com recursos.

“Mantendo-se a multa que gerou aquela pontuação, ele fica com a carteira suspensa. O tempo de suspensão varia de acordo com cada infração. Ele tem de fazer o curso e a prova para ter novamente o direito de dirigir”, explicou.

De acordo com ele, infelizmente a imprudência no trânsito tem aumentado e, com isso, aumenta também o número de carteiras de habilitação suspensas. “O trânsito tem de está a serviço da vida. Fica muito barato seguir todas as regras. É economicamente melhor ainda preservar a vida das pessoas”.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: TRIBUNA ONLINE

COMENTE ESTA NOTÍCIA!