Em casa, Fogão perde para o Galo nas oitavas da Sul-Americana

513
LANCE - Ao final do jogo, a revoltada a torcida do Fogão vaiou o Botafogo e gritou “time sem vergonha”.

Em uma noite para esquecer no Nilton Santos, nesta quarta-feira, o Botafogo perdeu para o Atlético-MG por 1 a 0 no jogo de ida das oitavas da Sul-Americana, nesta quarta-feira (25/07). Na semana que vem, o jogo será no Independência e o Galo terá o empate como vantagem. Apenas 15.774 presentes estiveram no Nilton Santos.

PRIMEIRO TEMPO

O time de Eduardo Barroca começou o primeiro tempo com o toque de bola tradicional, mas sem nenhuma produtividade. Ricardo Oliveira perdeu um lance incrível para abrir o placar para os mineiros.

A partida alternou o domínio para os dois lados. Aos 34 minutos, o Galo abriu o marcador. Marcelo Benevenuto errou na saída de bola, Elias recuperou e arrumou para Vinícius chutar rasteiro e fazer o gol.

SEGUNDO TEMPO

Barroca mexeu duas vezes no intervalo. Luiz Fernando e João Paulo saíram para entradas de Gustavo Bochecha e Igor Cássio. O panorama não mudou. O Galo quase ampliou e novamente Ricardo Oliveira cara a cara com Gatito chutou por cima.

O segundo gol mineiro chegou, mas com o auxílio do VAR o lance foi anulado para sorte do Fogão. Barroca sacou Erik e o atacante foi muito vaiado pela torcida alvinegra carioca.

Aos 37 do segundo tempo, a situação do Fogão piorou. O zagueiro Joel Carli foi expulso ao atingir o atacante Papagaio. Além dele que estará suspenso, o Botafogo não terá Gabriel por força de contrato (é atleta do Galo) e nenhum outro zagueiro está inscrito na competição. Barroca terá apenas Benevenuto de zagueiro e vai ter que improvisar.

Fim de jogo e a revoltada a torcida do Fogão vaiou o Botafogo e gritou “time sem vergonha”.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

PARCERIA: RÁDIO TUPI FM

COMENTE ESTA NOTÍCIA!