Flamengo vence o Fluminense e fica mais próximo do título do Cariocão 2020

-

Não foi a atuação de encher os olhos, mas o Flamengo deu um mais um passo rumo ao título do Campeonato Carioca 2020. Com gols de Pedro e Michael, o Rubro-Negro venceu o Fluminense por 2 a 1 no Maracanã, neste domingo (12/07), e jogará por um empate na quarta-feira, na segunda partida da decisão do Estadual.

Quem descontou para o Fluminense foi o centroavante Evanílson. O Tricolor foi superior ao Rubro-Negro, em especial no segundo tempo, mas sofreu um gol em vacilo defensivo. Agora, como visitante no mesmo estádio, terá que vencer a partida por dois ou mais gols para conquistar o título. Um triunfo do Tricolor com diferença mínima levará a decisão para os pênaltis, como foi na Taça Rio.

INÍCIO BOM DO TRICOLOR

Com uma marcação mais alta, o Fluminense iniciou o jogo incomodando o rival. Rafinha e Rodrigo Caio, por exemplo, logo tiveram que pôr bolas pela lateral. O Flamengo, assim como na última quarta-feira, não mostrou a agressividade que a torcida acostumou-se a ver sob o comando do Mister. Depois dos 15 minutos, o jogo ficou equilibrado, com os goleiros Muriel e Diego Alves aparecendo bem.

SURPRESAS DE MISTER

Com quatro mudanças em relação ao último jogo, Jorge Jesus surpreendeu escalando Gustavo Henrique, Diego, Vitinho e Pedro. Ofensivamente, o trio correspondeu. A sintonia do time não foi a mesma de início, mas depois de alguns minutos, a movimentação começou a funcionar. Foi assim que o Fla abriu o placar aos 27 minutos. O lance começou com Vitinho, pela direita, Arrascaeta e Diego aceleraram com passes de primeira e Pedro, também em finalização direta, balançou a rede do ex-clube, sem chances para Muriel.

As mudanças dos nomes, contudo, não foram suficientes para que o Flamengo voltasse às atuações que encantaram o Brasil na última temporada. A postura, a movimentação e a fome pelo gol não foram as mesmas. Como encontrou um adversário organizado e disposto a cada lance, o time do Mister se complicou.

FLA VOLTA MAL E FLU VACILA

Na volta do intervalo, o Fluminense foi ainda mais incisivo e passou a criar chances atrás de chance. Depois de Dodi e Yago Felipe pararem em Diego Alves, o Tricolor, enfim, chegou ao empate aos 15 minutos. O Flamengo, exposto, deu o contra-ataque ao rival e Egídio cruzou no capricho para o atacante Evanílson. Não houve o que o camisa 1 do Fla pudesse fazer, enquanto a defesa foi mal, em especial o zagueiro Gustavo Henrique: 1 a 1.

Ainda antes do gol, Jorge Jesus mostrava-se insatisfeito com a atuação. Tanto que Michael, Everton Ribeiro e Gerson estavam prontos para entrar quando o empate saiu e entraram logo depois. O time de Odair Hellmann, mais intenso, parecia cada vez mais próximo da virada, mas o futebol não funciona assim.

Aos 28, o Flu estava quase todo no campo ofensivo, e o vacilo custou caro. Rafinha lançou Gabriel Barbosa, que passou com tranquilidade por Egídio. O camisa 9 invadiu a área e serviu Michael, que só empurrou para o gol: 2 a 1.

Até o fim, o Fluminense voltou a ameaçar a meta de Diego Alves, mas não fez. A questão física, aos poucos, foi aparecendo, e o resultado não foi mais alterado.

EXPULSO

Antes do apito final, o atacante Gabriel Barbosa foi expulso por atrasar a saída de campo. Léo Pereira substituiria Rodrigo Caio, mas o camisa 9 pediu para ser sacado.

Com a indefinição e demora, o atacante recebeu o segundo cartão amarelo. Assim, será desfalque para Jorge Jesus no Fla-Flu decisivo de quarta-feira (15/07).

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | CRÉDITO: AGÊNCIA O DIA

spot_imgspot_img
spot_img

OUTROS DESTAQUES:

Open chat
Olá, seja bem-vindo(a) ao portal CENSURA ZERO!
-Faça seu cadastro para receber Boletins Informativos em Transmissão pelo WhatsApp e autorizar o envio de notícias!
-É simples, rápido e seguro, nos termos da nossa Política de Privacidade, disponível no site.
-Deixe seu NOME COMPLETO e a CIDADE onde mora!
Obrigado e volte sempre!