Gêmeos se casam no mesmo dia, passam lua de mel no mesmo local e serão vizinhos

288

Gêmeos brasileiros agora têm em comum mais do que data de nascimento, gostos, profissão e a aparência. Eles se casaram no mesmo dia, passaram a lua de mel no mesmo local, celebraram o aniversário de casamento juntos e se preparam para ser vizinhos.

Os irmãos Leandro e Lucas Batista Pereira moram em Marília, no interior de São Paulo, e têm 23 anos. Eles fizeram o casamento duplo no dia 13 de julho e passaram a lua de mel no litoral paulista, nas cidades de Mongaguá, Itanhaém e Santos.

A celebração aconteceu em uma chácara e contou com valsa dupla, entrada dos gêmeos com a mãe e muita emoção. “Foi uma experiência fantástica, mágica. Eles estavam tão lindos. A união deles é fora da realidade”, disse Roseli do Carmo Batista Pereira, de 46 anos, mãe dos gêmeos e de mais dois adolescentes, ao G1.

AMOR

A mãe fala sobre a ligação e a amizade dos irmãos: “O laço entre os dois foi construído desde a barriga. Quando os dois nasceram, eu não conseguia amamentar os dois, mas eles eram bonzinhos, não choravam. Iam juntos para a igreja, escola e nunca deram problemas. São amigos de infância”, afirma a dona de casa.

Curiosamente o namoro dos dois começou com um intervalo de uma semana de um para o outro. Os noivados foram em 2017, com a diferença de 14 dias.

“Quando foi para marcar a data, pensamos: ‘por que não casar juntos?’ Era uma coisa que sempre pensamos. E foi algo assim, inexplicável. Entramos juntos com a nossa mãe, foi emocionante”, conta Lucas, casado com Samara Fiorentino Lemes Pereira, de 23 anos.

Já a esposa do Leandro, Thais Batista da Silva Pereira, também de 23 anos, disse que ela e a concunhada não tiveram problema nenhum em aceitar a ideia. “Nós já éramos unidos antes, sempre saímos juntos. Foi bem legal a ideia, é diferente. A amizade sempre foi muito forte, conheço a Samara desde criança da igreja. Tivemos momentos ótimos juntos de passeios e risadas. Somos unidos”, ressalta.

VIZINHOS

Agora os irmãos compraram um terreno em uma chácara para construir suas casas no mesmo local. “A distância entre as duas casas vai ser 10 metros. Sempre quando um pensava em fazer uma coisa, o outro já tinha em mente para fazer. Estamos querendo comprar um carro igual também”, conta Leandro.

Caso pareça exagero, Leandro revela que essa união é fruto da criação que receberam. “Meus pais são a base de tudo. Eles nos ensinaram a educação, a manter a família unida. A nossa referência é essa”, concluiu.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA

FONTE: G1

COMENTE ESTA NOTÍCIA!