Governo do ES abre 2.500 vagas na segunda fase do CNH Social; saiba como fazer sua inscrição!

651
HÉLIO FILHO/SECOM-ES - Acompanhado do diretor do Detran-ES, Givaldo Vieira, o governador Renato Casagrande anunciou o lançamento de mais 2.500 vagas no CNH Social, além de outras novidades sobre o programa.

Estão abertas as inscrições para a 2ª fase do CNH Social 2019, programa do Governo do Estado, que, por meio do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran-ES), oferece o acesso à carteira de motorista de forma gratuita a pessoas de baixa renda que residem em municípios capixabas. Nesta terça-feira (17/09), o governador Renato Casagrande anunciou o lançamento de mais 2.500 vagas, além de outras novidades sobre o programa.

O CNH Social possibilita que pessoas de baixa renda obtenham a primeira habilitação nas categorias A (moto) ou B (carro); para aqueles que já são habilitados, a adição de categoria A ou B; e a mudança de categoria D (van, micro-ônibus, ônibus) ou E (caminhão e carreta). As inscrições para concorrer às vagas devem ser feitas exclusivamente no site www.detran.es.gov.br. O prazo vai até as 23h59 do dia 26 de setembro.

Casagrande: “A carteira de habilitação não garante emprego, mas abre um leque de oportunidades para que possam conseguir”.

GIVALDO

No discurso que fez, Casagrande se dirigiu a alguns contemplados este ano pelo programa e que receberam Carteira Nacional de Habilitação (CNH): “Vocês tomaram uma atitude de ir e se inscrever no programa. Fizeram a prova, se dedicaram e hoje estão aqui colhendo os frutos, abrindo as portas para as oportunidades. Isso se chama atitude! Tem gente que fica inerte, não toma uma atitude e acaba ficando para trás. A carteira de habilitação não garante emprego, mas abre um leque de oportunidades para que possam conseguir. Te dá competitividade na hora de buscar uma vaga”.

O governador também falou sobre as novidades nesta fase do CNH Social: “Hoje estamos fazendo um aperfeiçoamento e aumentando o número de retestes. Quando a pessoa fica reprovada [nas provas] não tem mais o direito de fazer o teste. Assim todo o investimento que foi feito é perdido. Por isso, estamos aumentando o número de retestes e enviando o projeto para a Assembleia Legislativa”.

O diretor geral do Detran-ES, Givaldo Vieira, destacou que o programa, além de promover cidadania e a possibilidade de ingresso no mercado de trabalho a partir da habilitação, passa a sensibilizar os beneficiários sobre os riscos de cometer irregularidades no trânsito.

“Encaminhamos para a Assembleia Legislativa uma proposta para aumentar as chances de os contemplados pelo programa terem êxito na prova prática com mais um reteste, além de um que já era previsto. E queremos oferecer a oportunidade de capacitar esses novos condutores de categorias profissionais com cursos especializados. Essas são novidades que, aliada à Etapa de Sensibilização, tornam o CNH Social uma política pública completa de cunho social e também de defesa da vida”, assinalou Givaldo Vieira.

O diretor geral do Detran-ES, Givaldo Vieira, destacou que o programa CNH Social promove a cidadania e a possibilidade de ingresso no mercado de trabalho a partir da habilitação.

INSCRIÇÕES

Para se inscrever no programa, o candidato precisa já estar registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com os dados atualizados até o dia 16 de agosto de 2019. Além disso, a pessoa necessita ser maior de 18 anos, morar no Espírito Santo e ter renda familiar de até dois salários mínimos.

Neste ano, serão reservadas 5% (cinco por cento) das inscrições para as pessoas com deficiência. O resultado será informado no dia 30 de setembro, às 12h, também no site do Detran-ES.

MAIS VAGAS E PROFISSIONALIZAÇÃO

Criado em 2011, o CNH Social tem diferenciais neste ano para potencializar o foco na capacitação profissional e no aumento da empregabilidade: o Governo do Espírito Santo ampliou a quantidade de vagas voltadas para a Adição de Categoria A ou B (20%), e Mudança de Categoria D ou E (40%), que são as categorias profissionais, ao passo que a primeira habilitação (A ou B) terá 40% das vagas.

Para aqueles que não forem selecionados nesta 2ª fase, haverá uma nova oportunidade de ser contemplado. No dia 18 de novembro será feita uma chamada única de suplentes no site do Detran-ES após desclassificação de candidatos que não respeitarem prazos estabelecidos no processo de Habilitação.

Na primeira fase, foram chamados 557 suplentes. Esta é mais uma novidade que o Detran-ES incorporou ao programa neste ano.

Para se inscrever no CNH Social, o candidato precisa estar registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, ser maior de 18 anos, morar no Espírito Santo e ter renda familiar de até dois salários mínimos.

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | COM INFORMAÇÕES DA ASCOM DETRAN-ES

COMENTE ESTA NOTÍCIA!