Governo do ES anuncia R$ 460 milhões para recuperar municípios atingidos por tragédia de Mariana

478

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, na sexta-feira (7/02), o investimento de R$ 460 milhões em melhorias de rodovias e escolas das regiões atingidas pelo rompimento da Barragem de Fundão, em Mariana-MG. A apresentação dos projetos foi realizada durante a 45ª reunião do Comitê Interfederativo (CIF) do Rio Doce, em Minas Gerais.

Os recursos vão ser disponibilizados pela Fundação Renova a título de compensação e reparação pelo desastre ocorrido em novembro de 2015. Os recursos vão ser divididos em R$ 365 milhões para rodovias estaduais, R$ 92 milhões para escolas e mais R$ 3 milhões para o programa Residentes.

Em transmissão ao vivo pelas suas redes sociais, o governador Casagrande apontou as melhorias que serão realizadas no Espírito Santo: “Tivemos uma conquista importante no CIF para a reparação dos danos sociais e ambientais, além de ser uma compensação para que as comunidades atingidas possam encontrar caminhos para ter renda e sobreviver. A pavimentação das rodovias ES-440, ES-010 e ES-248 ajudará o turismo e a pesca”.

Casagrande destacou os recursos serão repassados ao Governo do Estado que fará as obras através do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-ES): “São investimentos importantes para viabilizar a região. Estamos lutando para que as comunidades tenham meios de sobrevivência. Também foram aprovados a construção, reforma e compra de equipamentos de informáticas para escolas dos municípios da região atingida”.

Os municípios capixabas que serão beneficiados são Marilândia, Baixo Guandu, Colatina, Linhares, Aracruz, São Mateus, Conceição da Barra, Fundão, Serra e Sooretama.

O Estado de Minas Gerais foi contemplado com R$ 516 milhões para reparos dos danos sociais e ambientais.

DETALHAMENTO DOS PROJETOS NO ESPÍRITO SANTO

ESCOLAS

Escolas Estaduais: R$ 34,63 milhões
Escolas Municipais: R$ 58 milhões
– Linhares: EEEFM Vila Regência e EMEF Profª Urbana Penha Costa: R$ 5,50 milhões
– Sooretama: EEEF Regina Bolssanello Fornazier, EEEFM Candido Portinari e EEEFM Armando Barbosa Quitiba: R$ 9,898 milhões
– Conceição da Barra: EEEM Prof. Joaquim Fonseca, EEEFM José Carlos Castro e EEEFM Augusto Oliveira: R$ 19,229 milhões

RODOVIAS

– Rodovia ES-440: Trecho BR 101-Entroncamento ES-010 (32,20km): Projeto (R$ 1,8 mi), Desapropriações (R$ 33 mi), custo da obra (R$ 110 mi) = R$ 145 milhões
– Rodovia ES-010: Trecho entroncamento ES-445 (32,6km): Desapropriações (R$ 34,8 mi), custo da obra (R$ 95,5 mi) = R$ 131 milhões
– Rodovia ES-248: Trecho entroncamento ES-356 (29,81km): Desapropriações (R$ 30 mi) e custo da obra (R$ 61,1 mi) = R$ 91,1 milhões

O CIF

Criado em resposta ao rompimento da barragem de Fundão, da mineradora Samarco, em Mariana-MG, o Comitê Interfederativo (CIF) Rio Doce tem como função orientar e validar os atos da Fundação Renova – instituída pela Samarco, assim como Vale e BHP Billiton, para executar medidas de recuperação dos danos provocados. A reunião dessa sexta-feira (7) foi a 45ª do CIF.

O CIF é composto por membros do Ministério do Meio Ambiente, por meio do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que preside o comitê, além do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), do Ministério da Cidadania (MC), da Secretaria de Governo da Presidência da República (Segov/PR).

CENSURA ZERO – AQUI TEM CONTEÚDO! | REDAÇÃO MULTIMÍDIA | FONTE: ASCOM GOVERNO DO ES

COMENTE ESTA NOTÍCIA!